EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Após desesperar usuários nas redes sociais, o iFood explicou que não saíra do iOS, o que significa que os pedidos poderão continuar sendo realizados por iPhones. No entanto, a empresa destacou que o aplicativo para entregadores será descontinuado da plataforma, estando disponível apenas para Android. Para o consumidor, nada muda.

A empresa não deu detalhes sobre o motivo da retirada do app para entregadores da loja da Apple, mas explicou que “o iFood comunicou aos entregadores cadastrados na plataforma sobre a descontinuação do aplicativo em celulares com sistema operacional iOS. Para consumidores, não houve alterações. No dia 02 de dezembro, o suporte do aplicativo para entregador será descontinuado na plataforma iOS. Dessa forma, a empresa foca todo o desenvolvimento para uma melhor experiência ao parceiro no sistema Android”.

publicidade

Ou seja, a partir desta quarta-feira (2), entregadores do app poderão trabalhar apenas se tiverem smartphones Android. No iPhone, quando uma tentativa de baixar a aplicação é executada, aparece o aviso “Não é você, é o iPhone”.

Cabe destacar que a versão 1.0 do app iFood para Entregadores entrou na App Store em março deste ano. Após ingressar na loja virtual, recebeu várias atualizações, sendo a última a menos interessante. O upgrade não trouxe grandes novidades, somente correções de falhas. Talvez já fosse sinal de que, em breve, ele sairia de circulação no iOS.

Apps concorrentes

Também vale lembrar que o Rappi, concorrente do iFood e que recentemente firmou parceria com a Xiaomi para fazer entrega domiciliar de produtos da marca em São Paulo, também possui o aplicativo para entregadores apenas na versão Android.

publicidade
Rappi, concorrente do iFood, também está disponível apenas para Android. Créditos: Rafapress/Shutterstock

Outros concorrentes diretos, como Uber Eats e 99Food, ainda permanecem disponíveis para entregadores nos dois sistemas operacionais.