EnglishPortugueseSpanish

O recurso “Shake to Minimize” do Windows, que permite a você reduzir várias janelas ao mesmo tempo e se concentrar apenas no programa mais evidente, pode ser eliminado na próxima atualização do Windows 10.

Segundo o Windows Latest, algumas anotações posicionadas dentro das versões de teste de atualizações do Windows 10 indicam que a Microsoft está em vias de remover algumas funções pouco usadas – incluindo esta.

publicidade

O “Shake to Minimize” foi originalmente implementado no Windows 7 e permite que você clique e segure no topo de qualquer janela aberta, minimizando tudo assim que você balançar o mouse de um lado a outro. A única janela a ficar aperta seria aquela que você estivesse segurando pelo clique do mouse.

shake to minimize
O recurso “Shake to Minimize”, que limpa a quantidade de janelas abertas e adiciona produtividade ao Windows 10. Imagem: Windows Community/Reprodução

No Windows 7, a função era ativada por padrão. Já no Windows 10, a Microsoft implementou uma opção de desativá-la, embora o processo não seja exatamente simples e exija um conhecimento de navegação pelo registro do sistema operacional (Windows Registry).

Entretanto, a esmagadora maioria dos usuários do Windows 10 prefere usar o atalho “Windows + M” do teclado, que traz o mesmo resultado, exceto pelo fato que ele minimiza tudo e retorna o usuário à Área de Trabalho.

Evidentemente, a descoberta ainda é tratada como rumor, uma vez que essa possibilidade foi levantada graças à documentação interna de uma versão em testes da próxima atualização do Windows 10 (Preview Build), então os planos ainda podem mudar.

A Microsoft não comentou os rumores.

Fonte: Windows Latest