EnglishPortugueseSpanish

A Qualcomm anunciou nesta quarta-feira (16) o lançamento do System on a Chip (SoC) Qualcomm QCC305x, que segundo a empresa dará aos fabricantes opções “mais flexíveis e econômicas” para implementar sofisticadas tecnologias de áudio, normalmente encontrados em dispositivos topo de linha, em fones sem fio na faixa de preço intermediária.

Entre estes recursos estão o compartilhamento de áudio de um smartphone com múltiplos fones sem fio, suporte a assistentes digitais com ativação por palavra-chave, cancelamento ativo de ruído na reprodução de músicas, e cancelamento de eco e de ruído durante chamadas.

publicidade

Também há suporte à tecnologia Qualcomm aptX de áudio adaptativo com resolução de até 96 Khz, que promete som de melhor qualidade com menor latência ao assistir vídeos ou jogar.

Com o novo SoC da Qualcomm, fones de ouvido sem fio mais acessíveis ganharão recursos dos modelos mais sofiticados

O SoC também suporta a tecnologia Bluetooth LE Audio, um novo padrão da indústria que irá estender os recursos de áudio do Bluetooth “clássico”. Segundo Mark Powell, CEO do Bluetooth SIG, grupo que controla o desenvolvimento do padrão, “o LE Audio irá não só melhorar o desempenho de produtos de áudio Bluetooth já existentes, como também introduz o compartilhamento de áudio, uma nova forma de uso que irá transformar a forma como experimentamos áudio e nos conectamos àqueles ao redor de nós”.

Segundo a Qualcomm, o QCC305x oferece uma “experiência superior” quando pareado a um smartphone equipado com um de seus processadores, como o recém-lançado Snapdragon 888, que tem suporte a Bluetooth 5.2, LE Audio, aptX audio e outros recursos que oferecem melhor qualidade de som, mais responsividade e conexões mais robustas.

Snapdragon para todos

A Qualcomm também apresentou nesta semana o Snapdragon 678, uma nova versão de seu SoC para smartphones de entrada. Em relação ao modelo anterior, o Snapdragon 675, o novo chip é 10% mais rápido, com seu processador Kryo 460 de oito núcleos rodando a até 2.2 GHz.

A empresa também afirma que também há ganhos de desempenho na GPU integrada, a Adreno 612, embora não detalhe quais são além de “visuais mais realistas com alto framerate e menor perda de quadros”. A GPU é otimizada para engines como Unity, Messiah, NeoX e Unreal Engine 4, as mais populares atualmente no mercado.