EnglishPortugueseSpanish

Elon Musk é hoje a segunda pessoa mais rica do mundo, de acordo com o ranking de bilionários da Bloomberg. Mas nem sempre foi assim… O sul-africano revelou no seu Twitter que procurou a Apple durante um dos períodos mais caóticos enfrentados pela Tesla. A grande demanda do público pelo sedã de entrada Model 3 levou a companhia a beira de um colapso fiscal. Em procura por novos investidores, ele disse que tentou agendar uma reunião com Tim Cook.

“Durante os dias mais sombrios do programa Model 3, procurei Tim Cook para discutir a possibilidade de a Apple adquirir a Tesla (por um décimo de nosso valor atual)”, escreveu Musk.

publicidade

Segundo ele, Cook teria recusado o convite. Na ocasião a Tesla tinha um valor de mercado dez vezes menor, gastando quase todos os recursos na produção do Model 3. Era a primeira vez que a empresa enfrentava o desafio de produzir um veículo em larga escala.

Não é de hoje que a Apple demonstra interesse em desenvolver o seu próprio negócio no segmento automotivo. A gigante do Vale do Silício esteve envolvida em diversos rumores sobre o possível desenvolvimento de carros elétricos proprietários. No entanto, de acordo com as últimas informações da agência de notícias Reuters, a companhia teria decidido manter seus esforços apenas no segmento de software voltado para carros elétricos e autônomos.

Bateria baseada em Fosfato de Ferro

Segundo a Reuters, a Apple teria alcançado avanços significativos na tecnologia utilizada no desenvolvimento de novas baterias para carros elétricos. Uma nova bateria baseada em Fosfato de Ferro, além de mais leve, ocupa menos espaço no compartimento de energia dos veículos.

Na prática, isso possibilita a acomodação de mais células de energia, aumentando ainda mais a autonomia dos automóveis. No “boom” dos carros elétricos, Musk chegou a mencionar que o investimento no setor seria “um passo lógico” para o futuro da Apple.

imagem de um carro da tesla, empresa de elon musk
Segundo Musk, a Tesla também estaria utilizando baterias de Fosfato de Ferro em veículos produzidos na China. canadianPhotographer56/Shutterstock

Até então, a Maçã ainda não confirmou se os fatos descritos por Musk conferem ou não. De qualquer maneira, a Tesla conseguiu reverter essa situação por conta própria. Desde 2017, a companhia apresentou outros veículos como o Cybertruck, picape com visual futurista e design polêmico.

Via: The Verge/Reuters