O Twitter segue em operação para fechar contas possivelmente prejudiciais aos seus usuários. No último domingo (17), o microblog suspendeu a conta da representante republicana dos EUA, Marjorie Taylor Greene, congressista recém-eleita no estado da Geórgia, conhecida por promover ideais da extrema-direita QAnon. 

De acordo com um comunicado do Twitter, a conta de Greene foi “temporariamente bloqueada por múltiplas violações” da política de integridade cívica da rede social, conforme um representante do Twitter informou à Reuters.

publicidade

A ação da rede social de Jack Dorsey aconteceu logo após a congressista ter brigado com uma autoridade eleitoral sobre uma suposta fraude das eleições que elegeram Joe Biden.  

Marjorie Taylor Greene tomando posse do cargo em janeiro de 2021
Marjorie Taylor Greene (de vermelho) assumiu a posição de congressista do estado da Geórgia no início de janeiro. Imagem: Twitter

Em comunicado, a congressista acusou a rede social de oprimir vozes políticas conservadoras. “O controle monopolístico que algumas empresas de Big Tech têm sobre o discurso político americano está sem controle”, afirmou.

A política ganhou notoriedade em 2017, quando passou a promover algumas teorias da conspiração do movimento extremista QAnon, conhecido por propagar teorias da conspiração nos EUA. Um exemplo, é a ideia de que Donald Trump estaria “combatendo uma seita global de pedófilos satânicos em uma guerra secreta”.

Suspensão de contas no Twitter

Desde o ataque ao Capitólio em Washington, no início deste ano, o Twitter vem suspendendo dezenas de contas dedicadas ao compartilhamento de conteúdos ligados à QAnon. No episódio em questão, cinco pessoas morreram, incluindo um policial do Capitólio.

Após o ocorrido, o Twitter removeu a conta do atual presidente Donald Trump, que possuía 88 milhões de seguidores temendo novas incitações à violência. Na esteira desse banimento, diversas outras redes sociais também removeram o perfil de Trump de suas comunidades, como o Facebook e o Instagram.

Via: Reuters