EnglishPortugueseSpanish

Uma boa notícia para os amantes da Porsche: a fabricante alemã acaba de anunciar o novo modelo elétrico Taycan, mais leve e barato que os outros EVs (veículos elétricos) da mesma linha.

O carro já está disponível para encomenda nos Estados Unidos, a partir de US$ 79 mil (cerca de R$ 418 mil, em conversão direta), sem contabilizar os créditos fiscais estimados em US$ 1.350.

publicidade

Diferentemente dos outros modelos Taycan 4S, Taycan Turbo e Taycan Turbo S, o novo Taycan possui apenas um motor elétrico — que aciona somente as rodas traseiras e torna o veículo mais barato — capaz de fazer o carro alcançar 230 km/h na estrada. O desempenho, inclusive, é beneficiado pelo peso do veículo: são apenas 2.071 kg, tornando-se o Taycan mais leve da linha.

Porsche Taycan
Novo modelo da Porsche possui tração nas rodas traseiras. Foto: Porsche/Divulgação

O EV traz duas opções de bateria. O Performance Battery oferece capacidade de 79,2 kWh, podendo rodar até 431 km. Já a versão Performance Battery Plus possibilita 481 km rodados com apenas uma única carga e apresenta capacidade da bateria de 93,4 kWh.

E para quem estava preocupado com o tempo gasto para recarregar a bateria do veículo, levam apenas 22 minutos e 50 segundos para que a carga saia dos 5% e chegue até os 80%.

Em questão de design, o Porsche Taycan assemelha-se aos outros modelos da linha. As diferenças ficam por conta dos aros de prata básicos — no lugar das versões polidas presentes no Taycan 4S — nas rodas e das pinças de freio pretas em vez de vermelhas.

publicidade
Interior do Porsche Taycan
Interior do novo Taycan elétrico da Porsche. Foto: Porsche/Divulgação

É fato que US$ 79 mil definitivamente não é um valor barato para um carro. Contudo, o Taycan sai por valores bem inferiores do que o Taycan 4S e os modelos Turbo e Turbo S, mesmo apresentando desempenhos semelhantes e tecnologia de ponta.

A expectativa é de que os primeiros modelos sejam entregues a partir da segunda quinzena de março. Quem tiver a oportunidade, poderá contemplar a eficiência da linha de veículos elétricos da Porsche, gastando menos dinheiro e, claro, com a consciência limpa de não estar poluindo o meio ambiente.

Via: Engadget/Ars Technica