EnglishPortugueseSpanish

Novos rumores sobre o suposto headset de realidade virtual (VR) da Apple dão indícios de que ele deve chegar ao mercado custando pesados US$ 3 mil (R$ 16.337,70, na conversão direta), segundo fontes do site The Information.

Se real, o projeto de VR da empresa chefiada por Tim Cook a colocará em competição com nomes como Sony e Facebook – embora o suposto preço esteja muito acima da média praticada atualmente.

publicidade

O Information cita uma fonte “com envolvimento direto com a situação”, ao qual ainda afirmou que o headset VR da Apple deve vir equipado com 12 câmeras para rastrear os movimentos das mãos, além de tecnologia capaz de rastrear os movimentos dos olhos dos usuários. Completa o pacote uma série de alças intercambiáveis, adicionando um elemento de customização a um aparelho que, para todos os efeitos, sequer sabemos se existe.

Vale citar, porém, que o Information afirma ter visto imagens conceituais de um protótipo em estágios finais de desenvolvimento, então pode muito bem ser que a empresa já esteja perto de revelar alguma coisa em um futuro próximo.

Novos rumores indicam que o suposto headset VR da Apple contará com tecnologias similares às do iPhone 12, e com um preço bem salgado. Imagem: Blablo101/Shutterstock

Headset pode ter processador próprio

Outros detalhes do projeto da Apple incluem:

  • O nome provisório do produto é “Apple N301”
  • Os displays internos terão resolução 8K
  • A tecnologia LiDAR, aplicada ao iPhone 12, se fará presente também no headset
  • A Apple contará com um processador próprio para este dispositivo, assim como faz com o iPhone e o iPad

Além disso, a empresa de Cupertino estaria trabalhando em um controle de tamanho reduzido, para ficar acoplado ao dedo indicador do usuário – não muito diferente dos medidores cardíacos de hospitais. Não se sabe, porém, se esse será o único controle, ou se ele é parte de um conjunto maior.

Anteriormente, rumores afirmaram que o headset VR da Apple estaria disponível a partir do início de 2022 em quantidade severamente limitada. Ao que tudo indica, a fabricante entende que este seria um item de luxo e, consequentemente, não poderia ser vendido de forma massificada, então ela estaria preparando “apenas” 250 mil unidades, a serem vendidas uma por Apple Store nos EUA.

As fontes também corroboram parte dessas informações: eles não falaram nada sobre a quantidade limitada de produtos, mas disseram que há sim uma chance do N301 chegar às lojas no ano que vem.

Considerando que a média de preço de um headset normal do tipo varia entre US$ 300 (R$ 1.634,40) e US$ 1.000 (R$ 5.448,00), o produto da Apple certamente destoaria de uma competição direta de mercado. Logo, é seguro concluir que a empresa não vá competir pelo mesmo consumidor que, digamos, um Oculus Quest ou um PlayStation VR.

Fonte: The Information