EnglishPortugueseSpanish

Nesta semana, o Google liberou uma nova função que permite compartilhar aplicativos entre celulares Android. Lançada inicialmente no Android Nearby Share em 2020, a novidade para os apps está atrelada à Google Play Store. Assim, é possível transferir tanto apps quanto atualizações para outros celulares que estejam nas proximidades sem usar internet.

Uma das principais vantagens do recurso de compartilhamento, um rival do AirDrop, da Apple, é utilizar Wi-Fi e Bluetooth, sem precisar de conexão com a internet para realizar a transferência.

publicidade

O uso da nova função é bem simplificado. Basta que o usuário acesse a Play Store e abra o menu lateral; nele, é preciso tocar na aba “Meus apps e jogos” e acessar a página “Compartilhar”. Depois, é só selecionar os apps que quiser enviar e iniciar a transferência entre os dispositivos sem uso de internet.

Nova atualização da Google Play Store permite compartilhar apps entre celulares sem usar internet. Imagem: 9to5Google/Reprodução

Mas existem algumas “limitações” na transferência de apps. É preciso que o celular esteja utilizando a versão 24.0 (ou posterior) da loja do Google. Nem todos os apps poderão ser compartilhados, o que depende muito da particularidade de cada. Por exemplo, apps e jogos pagos não podem ser transferidos para um outro dispositivo; o mesmo acontece com apps que não estão públicos na loja, como versões de testes e afins.

Para o usuário que recebe os arquivos, é possível instalar um determinado aplicativo, ou todos eles em sequência.

Vale lembrar que o recurso de compartilhamento do Google é uma resposta direta da empresa para o AirDrop. Com ele, é possível realizar a transferência de arquivos de áudio, imagem ou vídeo com muito mais velocidade.

publicidade

Android 12: primeira prévia

Além da atualização no recurso de compartilhamento por proximidade, o Google também lançou, nesta quinta-feira (18), a primeira versão de prévia para desenvolvedores do Android 12. A novidade ainda não está disponível para todos usuários e é compatível, inicialmente, apenas com celulares da linha Pixel.

Entre as novidades, o Google promete mais controles de privacidade para os usuários e menos habilidades de rastreamento de navegação em sites. A nova versão do sistema também traz suporte nativo para o formato AV1 de imagem e feedback tátil de áudio, que utiliza os motores de vibração dos celulares para novas experiências.

Via: 9to5Google