EnglishPortugueseSpanish

Dormir no ônibus e acordar em um lugar desconhecido é algo que já aconteceu pelo menos uma vez na vida de quem usa transporte público, mas o que aconteceu com essa morsa vai muito além.

O animal dormiu em cima de um iceberg na Groenlândia, viajou milhares de quilômetros, e acordou na costa da Irlanda

publicidade

A morsa foi avistada pela primeira vez no último domingo (14) por Muireann Houlihan, uma garotinha de apenas 5 anos, que ao ver o bicho estranho, imediatamente chamou seu pai, Alan, para explicar do que se tratava. 

Leia também:  

Em um primeiro momento, o homem achou que era uma foca, mas se assustou com o tamanho das presas do animal, o que o fez confirmar se tratar de uma morsa.

Sono pesado

A hipótese do sono pesado foi aventada pelo biólogo marinho Kevin Flannery. “Ela é do Ártico, da Groenlândia, possivelmente. Eu diria que o que aconteceu é que ela adormeceu em um iceberg e se afastou e então foi longe demais, para o meio do Atlântico ou em algum lugar parecido”, declarou. 

Segundo o especialista, o que o animal precisa agora é de muito descanso e alimento, já que a viagem deve ter sido extremamente exaustiva e os animais que servem de alimento para ele não estavam disponíveis fora do Ártico. 

“Ele está dormindo. Estou pedindo às pessoas que o deixem descansar até que ela volte”, disse o biólogo. “Espero que ela recupere as forças e volte a subir”, completou Flannery. 

Animal jovem

Presas pequenas indicam que animal ainda é muito jovem. Crédito: Alan Houlihan/Twitter

As análises de Kevin Flannery foram feitas com base em fotos enviadas para ele por pessoas que avistaram a morsa. O biólogo acredita que, apesar do animal ter o tamanho de uma vaca, ainda é bastante jovem, já que suas presas têm “apenas” cerca de 30 cm de comprimento.

Em animais adultos, os caninos podem variar entre 90 centímetros e 1,10 metro de comprimento nos machos. 

Antes de ir de volta para casa, o animal deve ganhar um nome dado por quem a viu primeiro, mas, para decidir, Muireann Houlihan diz que precisa primeiro saber se o animal é “um menino ou uma menina”.

Com informações de The Independent e Irish Central

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!