EnglishPortugueseSpanish

Uma equipe de astrônomos de vários países detectou quatro novos exoplanetas conhecidos como “Júpiteres quentes”. Estes mundos alienígenas são cerca de 10% maiores que nosso vizinho gigante, mas menos massivos que ele.

Os Júpiteres quentes receberam este nome por possuírem características muito parecidas com a do maior planeta do nosso sistema solar. Eles possuem períodos orbitais de em torno de 10 dias e têm altíssimas temperaturas por serem muito próximos de suas estrelas.

publicidade

Para conseguirem detectar os exoplanetas, os pesquisadores liderados por Rosanna Tilbrook, da Universidade de Leicester, no Reino Unido, usaram 12 telescópios newtonianos de 20cm cada um. Os equipamentos foram montados de forma independente no Observatório Paranal, no Chile.

Leia também: 

Os exoplanetas receberam a denominação de Next Generation Transit Survey, em tradução livre (NGTS), com os números 15b, 16b, 17b e 18b para diferenciá-los. A descoberta foi detalhada em artigo publicado em 18 de março no arXiv.org.

Maiores e mais leves

Fotometria de NGTS-15b mostra que o planeta é ligeiramente maior e sensivelmente mais leve. Crédito: Rosanna Tilbrook

Os quatro exoplanetas são, em média, pelo menos 10% maiores que Júpiter, porém, todos eles são menos massivos. Cada um dos mundos tem em torno de 70% da massa total do nosso vizinho e temperaturas muito mais quentes que a experimentada aqui perto.

O menor planeta do quarteto é o NGTS-15b, que tem um raio de 1,1 raios jupterianos, mas com apenas 75% de sua massa e um período orbital de 3,27 dias. O maior dos mundos é NGTS-16b, que possui raio de cerca de 1,3 raios de Júpiter, 67% de sua massa e período orbital de 4,8 dias.

Já NGTS-17b é o mais massivo dos exoplanetas recém-descobertos, com uma massa que corresponde a 76,4% de Júpiter, ele é 24% maior e tem período orbital de 3,24 dias. Por fim, vem NGTS-18b, que é 21% maior que nosso vizinho, mas possui apenas 41% de sua massa e período orbital de 3,05 dias.

Com informações do Phys.org

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!