EnglishPortugueseSpanish

Nesta terça-feira (30), na segunda parte do seu evento de lançamentos, a Xiaomi anunciou oficialmente o Mi Mix Fold. O primeiro celular dobrável da fabricante chinesa traz uma grande tela de 8,01 polegadas, saída quadrupla de som e bons recursos para rivalizar com o Galaxy Z Fold 2 e o Huawei Mate X2. Os preços do celular começam em 9.999 yuans, cerca de R$ 8,7 mil em conversão direta.

A estreia do celular dobrável da Xiaomi confirma alguns dos rumores divulgados nas últimas semanas. O celular traz o chip proprietário Surge C1, que é um ISP (Processador de Sinal de Imagem), e uma Lente Líquida para fotografias que permite fotografar com zoom óptico de 3x, digital de até 30x e atinge distância mínima de foco de 3 centímetros para fotos macro.

publicidade

Ele é equipado com uma estrutura que, segundo a Xiaomi, suporta um milhão de dobras de tela. Quando fechado, o aparelho possui uma tela AMOLED externa de 6,52 polegadas (2520 x 840 pixels) com taxa de atualização de 90 Hz e de amostragem de toque de 180 Hz.

Celular dobrável da Xiaomi, Mi Mix Fold será lançado oficialmente em abril. Imagem: Xiaomi/Divulgação

Quando aberto, na tela interna, ele traz um painel OLED de 8,01 polegadas (4:3) com resolução WQHD+ (2480 x 1860 pixels), taxa de atualização de 60 Hz e de amostragem de toque de 120 Hz. Essa tela é compatível com HDR10+, Dolby Vision e tem pico de brilho de 900nits (nas duas telas). A Xiaomi compara o dispositivo com um iPad mini (5ª geração), que possui tela de 7,9″ e é fisicamente maior.

Leia mais:

Dobrável poderoso

No Mi Mix Fold, a Xiaomi afirma ter adotado uma estrutura na dobradiça em forma de ‘U’ que aumenta a confiabilidade do componente. Segundo a marca, o design não traz nenhum tipo de “curvatura” no meio da tela.

Outra novidade importante do aparelho é a saída quadrupla de som – a primeira, até então, em um smartphone. São dois alto-falantes em cada lateral do dispositivo, que trazem “afinação de nível profissional” apoiada pela Harman Kardon. A Xiaomi cita que a novidade impulsiona o consumo de conteúdo.

Em sua ficha técnica, o Mi Mix Fold traz o chipset Snapdragon 888, 12 GB de RAM (LPDDR5, 3.200 MHz) e armazenamento de 256 GB ou 512 GB (UFS 3.1). Na edição especial de cerâmica, o celular tem 16 GB de RAM.

Ele vem com a MIUI 12 baseada no Android 10, mas traz alguns recursos adicionais bem interessantes. Na apresentação, a Xiaomi deu destaque ao Modo Desktop, que simula uma interface parecida com a do Windows – com menu iniciar, central de comando – na própria tela dobrável. Essa interface, assim como nos computadores, traz suporte para múltiplas janelas rodando ao mesmo tempo no Mi Mix Fold.

Sensor de impressões digitais do Mi Mix Fold fica na lateral do dispositivo. Imagem: Xiaomi/Divulgação

A Xiaomi também cita que há um sistema de resfriamento líquido “tipo borboleta”. O sistema une refrigeração líquida, gel térmico, multicamadas de grafite “e outros métodos de dissipação de calor”.

Já a bateria do dispositivo tem capacidade total de 5.020 mAh – para efeito de comparação, os dobráveis atuais da Samsung e Huawei têm 4.500 mAh (cada). O Mi Mix Fold tem uma arquitetura com duas baterias com capacidades de 2.460 mAh e 2.560 mAh. A marca diz que a estrutura “permite uma incrível saída de corrente de 10A” que impulsiona as saídas de som. Já o carregamento rápido é compatível com potências de 67 watts.

Forte sistema de câmeras

O Mi Mix Fold traz uma lente líquida que se adapta “com um fluido transparente” em determinadas situações. Diferente das lentes convencionais, o sistema possui um raio de curvatura que pode ser alterado para o zoom óptico de 3x, telefoto de até 30x, ou reduzindo a distância mínima de foco para 3 centímetros.

Mi Mix Fold também é compatível com redes móveis 5G. Imagem: Xiaomi/Divulgação

Dessa forma, a lente é capaz de fazer o trabalho de, tecnicamente, mais de uma lente. O sistema de câmeras, no geral, traz a seguinte configuração:

  • Sensor principal (HM2) de 108 MP (1/1,52″, 2,1 μm)
  • Lente líquida de 8 MP (distância focal de 80 mm, foco mínimo de 3 cm)
  • Lente grande angular de 13 MP (f/2.4, 1,12 μm) com alcance de 123º

A câmera de selfies, que está presente apenas em um furo na tela externa, possui 20 MP. Na tela interna, a maior, a Xiaomi não adicionou nenhum tipo de distração como um recorte ou furo.

A pré-venda do Mi Mix Fold será aberta em 30 de março, enquanto as vendas oficiais na China serão iniciadas em 16 de abril. A fabricante, até então, não confirmou o lançamento do produto no exterior. Essas foram todas as variantes do celular e seus preços anunciados:

  • Mi Mix Fold padrão: 12 GB + 256 GB por 9.999 yuans (R$ 8,7 mil), ou 12 GB + 512 GB por 10.999 yuans (R$ 9,6 mil)
  • Mi Mix Fold Ceramic Special Edition: 16 GB + 512 GB por 12.999 yuans (R$ 11,4 mil)