EnglishPortugueseSpanish

A EUSST, uma cooperação entre agências europeias para monitoramento e rastreamento de satélites, alertou para o risco de colisão entre dois satélites no início da tarde desta sexta feira (9).

O alerta foi lançado ainda na quarta feira (8), na conta do EUSST no Twitter, onde a possibilidade de colisão havia sido calculada em cerca de 1%. Entretanto, após o refinamento dos cálculos usando dados mais atualizados, as chances de colisão foram elevadas para 20%.

publicidade

Na verdade, a possível colisão seria entre o satélite americano inativo OPS 6182 (NORAD 10820) e um corpo de foguete russo SL-8 (NORAD 12443). Pelos cálculos mais atuais da EUSST, eles passarão a menos de 10 metros um do outro, mas como os dois objetos são grandes e considerando as margens de erro, existe 20% de chances que eles acabem colidindo frontalmente, numa velocidade resultante de 52.592 quilômetros por hora.

O corpo do foguete SL-8 (NORAD 12443) era o segundo estágio do foguete Soyuz lançado em 7 de maio de 1981 a partir do Complexo Espacial e Míssil de Plesetsk na então União Soviética. Na imagem, apenas ilustrativa, o foguete Soyuz TMA-13 lançado em 2008.
O corpo do foguete SL-8 (NORAD 12443) era o segundo estágio do foguete Soyuz lançado em 7 de maio de 1981 a partir do Complexo Espacial e Míssil de Plesetsk na então União Soviética. Na imagem, apenas ilustrativa, o foguete Soyuz TMA-13 lançado em 2008.

O encontro entre os dois objetos ocorrerá às 14:18:21 (horário de Brasília) desta sexta, 9 de abril, a 790 km de altitude acima do Nordeste da Sibéria. Se eles se chocarem, milhares de destroços serão lançados na órbita da Terra e poderão colocar em risco outros satélites e até mesmo, futuros lançamentos.

O OPS 6182 é um satélite meteorológico que foi operado pelo Programa de Satélites de Defesa Meteorológica do Departamento de Defesa dos Estados Unidos. Ele foi lançado em 1° de maio de 1978 a partir da Base de Vandeberg, na Califórnia. Na imagem, uma impressão artística do satélite. Créditos: USAF
O OPS 6182 é um satélite meteorológico que foi operado pelo Programa de Satélites de Defesa Meteorológica do Departamento de Defesa dos Estados Unidos. Ele foi lançado em 1° de maio de 1978 a partir da Base de Vandeberg, na Califórnia. Na imagem, uma impressão artística do satélite. Créditos: USAF

Como o encontro ocorrerá sobre uma região remota do planeta, será preciso esperar algum tempo para confirmar se a colisão ocorreu ou não. Apenas quando os objetos (ou destroços deles) puderem ser observados pelos rastreadores de satélites, é que será possível confirmar se a colisão de fato ocorreu, ou não. Essa confirmação pode ocorrer alguns minutos depois, ou algumas horas. Mas assim que houverem maiores informações a respeito, atualizaremos essa matéria.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!