EnglishPortugueseSpanish

A Vivo anunciou nesta quinta-feira (8) novos passos que a empresa está tomando rumo à consolidação da sua estratégia com foco em ser referência no mercado tanto em serviços quanto em tecnologia. Dessa forma, a telco se posiciona como um “hub de serviços digitais”, como a própria empresa classifica.

Nesse sentido, a Vivo anunciou a ampliação da parceria comercial com a CDF Assistência e Suporte Digital S.A., um marketplace B2B2C de soluções de assistência residencial e tecnológica, com foco principal na oferta de serviços de suporte tecnológico para casas conectadas.

publicidade

A parceria entre as empresas é antiga e se consolidou com a marca Vivo Guru.

Imagem mostra uma sala de estar completa, à frente aparece uma mão com um smartphone que controla alguns itens da sala, demonstrando o funcionamento de uma casa conectada
Casa conectada é o foco das próximas ofertas do Vivo Guru, parte da estratégia da Vivo para se posicionar como hub de serviços digitais. Crédito: Shutterstock

Atualmente, a Vivo Guru é um serviço de suporte contratado disponível a clientes Vivo 24 horas por dia, sete dias por semana. Por meio dele, usuários podem tirar dúvidas sobre tecnologia e equipamentos, seja com relação à instalação ou mesmo configuração de dispositivos.

Com a ampliação da parceria entre a Vivo e a CDF, a marca Vivo Guru também passa a ser o guarda-chuva responsável por reunir todas as soluções de assistência tecnológica da Vivo que serão lançadas dentro desse posicionamento.

Além do suporte técnico remoto e presencial, a previsão de oferta inclui outras áreas como configuração de rede Wi-Fi e física, instalação e configuração de dispositivos inteligentes, entre outros.

Veja também!

“Nosso objetivo é que todos tenham na Vivo a referência em tecnologia, seja para comprar produtos ou para contratar serviços”, disse Marcio Fabbris, vice-presidente de B2C da Vivo, em nota.

Para ele, será cada vez mais comum no mercado a junção dos universos de tecnologia e serviços de assistência.

“A tendência é haver cada vez mais dispositivos conectados nas residências, como máquina de lavar, geladeira, ar condicionado, lâmpadas, entre outros, graças à evolução da internet das coisas para consumidores finais. Os mundos da tecnologia e dos serviços de assistência estão se aproximando e queremos capturar essa oportunidade, oferecendo serviços que ajudem nossos clientes”, completa.

Vivo anunciou novos passos em sua estratégia de mercado. Crédito: Divulgação/Vivo

Com a movimentação, a Vivo também prevê a possibilidade de adquirir participação acionária minoritária no capital social da CDF.

Hoje, a CDF está presente em todos os estados, em mais de 3.150 cidades. Ela conta com mais de 7,7 mil técnicos de campo para atendimento presencial, além de 450 técnicos para suporte remoto e mais de 4,7 mil pontos de venda.

A operação, no entanto, ainda está em análise e sujeita à aprovação de autoridade antitruste brasileira.

Redirecionamento

Há alguns meses, a Vivo vem se reposicionando no mercado com foco em se tornar um hub digital.

No ano passado, como parte dessa mudança, a empresa lançou o seu marketplace, com venda de eletroeletrônicos de diversas marcas – de notebooks a refrigeradores.

Além disso, a companhia também passou a vender, tanto nas lojas online quanto nas físicas, diferentes dispositivos para casa conectada, como assistentes virtuais, repetidores Wi-Fi e lâmpadas inteligentes.