A General Motors (GM) está lançando um novo serviço de mapeamento automotivo para quase 1 milhão de seus veículos. A nova ferramenta foi batizada de Maps Plus e será alimentada por Mapbox, provedor de mapas com base em código aberto que compete com o Google e com o Here por negócios empresariais para direções personalizadas via aplicativo (app).

Além da navegação no carro, o Maps Plus também se integrará a outros apps populares, incluindo as plataforma de streaming de música, como o Spotify, ou assistentes de voz personalizados, tipo a Alexa, que aparecerão como widgets individuais sobrepostos no mapa. Ao decidir um destino, o serviço também notificará o motorista do limite de velocidade atual ou se precisará reabastecer ao longo do caminho.

publicidade
Maps Plus, novo serviço de mapeamento da GM; Imagem: The Verge/Reprodução
Maps Plus, novo serviço de mapeamento da GM; Imagem: The Verge/Reprodução

De acordo com o diretor sênior de experiências digitais da GM ao The Verge, Tim Babbit, o Maps Plus foi projetado para proprietários que não adquiriram a opção de navegação no carro ao comprarem seus veículos. Embora uma “porcentagem significativa” de pessoas opte pela serviço, há pacotes mais básicos na compra de carros que geralmente não incluem esse tipo de ferramenta, visando baratear o produto.

E como enfrentar o mercado com serviços de mapeamento populares, como Apple CarPlay e Android Auto, que espelham a interface de seu telefone na tela de entretenimento em seu veículo? Segundo Babbitt, esses sistemas não oferecem o mesmo tipo de “experiência completa” que a GM oferece com o Maps Plus.

“Com uma experiência incorporada que pode funcionar com todos os sinais do veículo, há integrações possíveis que achamos que o cliente consideraria muito útil ter”, disse ele ao The Verge. “É um tipo de experiência integrada de ponta a ponta.”

Leia mais:

E não é de hoje que montadoras fazem acordos para integrar tecnologia aos recursos dos veículos, seja para navegação ou outros. A Fiat fez uma parceria desse tipo com o Google e lançou uma versão especial totalmente reestilizada do modelo 500. A Lamborghini, por sua vez, se juntou à Alexa, da Amazon, para uma integração total na qual praticamente todos os recursos do carro podem ser controlados por voz. Outras marcas como Ford, Volvo, Renault e a própria GM também já anunciaram ideias semelhantes.

Ainda segundo a GM, o Maps Plus estará disponível para modelos selecionados a partir de 2018 até veículos mais novos da Chevrolet, Buick, GMC e Cadillac. A ferramenta será oferecida como parte do serviço de assinatura OnStar Connected Services da empresa, que começa em US$ 14,99 (cerca de R$ 85) por mês.

O Olhar Digital entrou em contato com a General Motors Brasil e aguarda resposta sobre o lançamento do serviço no País e na América Latina.

Fonte: The Verge

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!