EnglishPortugueseSpanish

O sul-coreano Ryu Hyun-soo, dono de quase 90 celulares da LG, certamente é uma das pessoas que mais sentiu a saída da marca do mercado de smartphones. No entanto, o homem de 53 anos alega que nem mesmo o fim da divisão de telefones móveis vai fazê-lo desistir da marca

Ryu compra celulares da fabricante pelo menos desde 1998 e alega ter começado a comprar telefones da empresa por conta do design e de funções que classificava como criativas. No entanto, o que mais chamava sua atenção nos aparelhos da LG era a qualidade do áudio. 

publicidade

O culto de Hyun-soo pela marca é tão grande que ele tem uma sala em sua casa, na cidade de Anyang, para os dispositivos. Na verdade, trata-se de uma oficina, em que ele também armazena uma série de peças e ferramentas que usa para consertar eventuais defeitos. 

Ryu Hyun-soo acredita que o erro da LG foi não saber o seu lugar no mercado e focar seus esforços em tentar alcançar outras marcas que já estavam muito a frente dela. “Acho que eles estavam correndo para alcançar a Samsung, sacrificando a qualidade”, declarou o sul-coreano. 

Leia também: 

Porém, ele ainda vê pontos positivos nos aparelhos mais recentes da marca, mesmo que acredite que eles tinham apenas uma função de mascarar algumas falhas. “Para encobrir essa questão — de estar atrás das concorrentes — a empresa estava se concentrando muito no design e em outras funções”. 

Uma vez LG, sempre LG

Ryu Hyun-soo não deseja abandonar os smartphones da LG. Crédito: Daewoung Kim/Reuters

Apesar do fato de que em breve a LG não terá mais smartphones no mercado, Ryu Hyun-soo acredita que conseguirá usar celulares da marca por mais muito tempo. “É fácil substituir peças se você treinar um pouco. Não tenho certeza de quando as peças ficarão fora de estoque, mas continuarei a usar os celulares LG enquanto as peças estiverem sendo fornecidas”, disse ele. 

Mas mesmo convencido de que conseguirá se manter usando sua marca favorita por algum tempo, Ryu não deixou de ficar magoado com o fechamento da divisão de smartphones da LG. O homem fez um apelo, de certa forma, emocionante sobre como se sentiu com o fim da marca. 

“Um celular Samsung é como um amigo inteligente e um celular Apple é como uma namorada para mim. Mas um celular LG é como um amigo com quem compartilhei os altos e baixos da vida. É triste ver o amigo indo embora. É muito triste”, lamentou. 

Com informações da Reuters e do Estadão 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!