EnglishPortugueseSpanish

O asteroide 2018 LA, que caiu em Botswana em 2 de junho de 2018, foi o segundo avistado no espaço antes de atingir a Terra e provavelmente veio de Vesta, segundo maior asteroide do Sistema Solar. De acordo com publicação feita na revista Meteoritics and Planetary Science, uma equipe internacional de pesquisadores procurava por pedaços de um pequeno asteroide rastreado no espaço e, depois, encontraram 23 meteoritos no interior da Reserva de Caça do Kalahari Central, no país africano.

“Esta é apenas a segunda vez que avistamos um asteroide no espaço antes de atingir a Terra. O primeiro foi o TC3 2008, no Sudão, dez anos antes”, afirmou Peter Jenniskens, astrônomo de meteoros do SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence, que significa Busca por Inteligência Extraterrestre) Institute.

publicidade

“Combinar as observações do pequeno asteroide no espaço com as informações coletadas dos meteoritos mostra que provavelmente veio de Vesta, o segundo maior asteroide em nosso Sistema Solar e alvo da missão DAWN da Nasa. Bilhões de anos atrás, dois impactos gigantes em Vesta criaram uma família de asteroides maiores e mais perigosos. Os meteoritos recém-recuperados nos deram uma pista de quando esses impactos podem ter acontecido”, explicou Jenniskens.

Fragmento do asteroide 2018 LA. Créditos: SETI Institute
Fragmento do asteroide 2018 LA. Créditos: SETI Institute

O Catalina Sky Survey, da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, foi o primeiro a identificar o 2018 LA. A equipe recuperou dados de arquivo do programa SkyMapper Southern Survey, na Austrália, que mostrou o asteroide girando no espaço uma vez a cada quatro minutos. No caminho para a Terra, a rocha sólida com cerca de 1,5 metro, que refletia cerca de 25% da luz solar, foi bombardeada por raios cósmicos que criaram isótopos radioativos.

“Asteroides de um metro não representam perigo para nós, mas aprimoram nossas habilidades na detecção de asteroides que se aproximam”, disse o diretor do programa Catalina Sky Survey, Eric Christensen.

Leia mais:

Pesquisadores então acamparam na Reserva de Caça do Kalahari Central, lar de diversos animais selvagens incluindo leopardos e leões, mantidos em segurança pela equipe do Departamento de Vida Selvagem e Parques Nacionais de Botswana.

O primeiro meteorito foi encontrado apenas no quinto e último dia de busca, a apenas 30 metros do acampamento. “Tinha 18 gramas e cerca de 3 cm de tamanho”, detalhou Peter Jenniskens. Em outubro de 2018 a equipe encontrou outros 22 pequenos meteoritos.

Pesquisadores com primeiro meteorito encontrado. Créditos: SETI Institute
Pesquisadores com primeiro meteorito encontrado. Créditos: SETI Institute

Estudos dinâmicos mostram que a órbita de 2018 LA é consistente com uma origem da parte interna do cinturão de asteroides onde Vesta está localizado.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!