CD Projekt RED, produtora responsável pelo distópico ‘Cyberpunk 2077’, anunciou nesta sexta-feira (23) que vendeu mais de 13,7 milhões de cópias do game em 2020. Desse número, 56% foram para PC, 28% para PS4 e 17% para Xbox One, com isso, o lucro geral da empresa cresceu 558% e bateu recorde no ano passado. 

Apesar do bom volume de vendas, o game teve um processo de desenvolvimento pra lá de problemático. Com uma série de atrasos e estouros de orçamento, o jogo chegou às prateleiras físicas e digitais em dezembro de 2020, mas acabou decepcionando muitos dos que aguardavam pela aventura de ficção científica. 

publicidade

Problemas de desenvolvimento

As edições para consoles, por exemplo, possuíam muitos problemas técnicos e de jogabilidade, o que motivou ameaças de remoção dos games das plataformas de venda, como a do PlayStation e receberia até mesmo ações judiciais coletivas de alguns acionistas da imprensa. 

A desenvolvedora chegou a ir a público para pedir desculpas ao público, fazer uma série de correções no jogo e até mesmo lançar um programa de reembolsos que teve cerca de 30 mil solicitações. 

Este número não contabiliza os reembolsos feitos diretamente em outras plataformas, como a PS Store e a Steam. Entretanto, o número é bem baixo em comparação com as mais de 13 milhões de cópias vendidas. 

Leia também: 

Apesar dos muitos problemas, o resultado final do jogo foi pouco afetado, superando outros games do estúdio, como “The Witcher 3: Wild Hunt”, de 2015. E esse número pode crescer ainda mais, já que o game ainda não foi lançado para os consoles da nova geração. 

Com informações do Destructoid 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!