Após a Sony anunciar uma parceria com a plataforma de comunicação Discord na última segunda-feira (3), analistas da multinacional japonesa indicam que o abastecimento do PlayStation 5 no varejo não deve melhorar tão cedo. Segundo o diretor financeiro da companhia, Hiroki Totoki o motivo é a dificuldade de acompanhar a demanda pelo console. Algo que deve continuar ocorrendo ao longo de 2022.

“Mesmo se produzirmos mais unidades do PlayStation 5 no próximo ano, nosso suprimento não seria capaz de acompanhar a demanda”, declarou Totoki, que também comparou o sucesso do console de nova geração com o seu antecessor. “Vendemos mais de 100 milhões de unidades do PlayStation 4, considerando nossa participação no mercado não consigo imaginar uma queda da demanda”.

publicidade

Milhões de unidades do console serão produzidas este ano

Sony PlayStation 5
Fornecimento de unidades do PS5 ao varejo pode melhorar nos próximos meses. Imagem: Mr.Mikla/Shutterstock

Para o ano fiscal de 2021 (que começou em abril), a Sony diz que pretende abastecer o mercado com pelo menos 14,8 milhões de unidades do seu novo console. Vale ressaltar que até o dia 31 de março, a empresa vendeu 7,8 milhões de unidades do PS5.

Em mensagens anteriores, a fabricante sugeriu que o fornecimento do PS5 iria melhorar com o passar dos meses. Jim Ryan, o presidente e CEO da Sony Interactive Entertainment, é mais otimista. O executivo declarou que a partir do segundo semestre a situação deve melhorar: “(…) quando chegarmos ao segundo semestre de 2021, veremos números realmente decentes”.

Leia mais:

É possível que o fornecimento do PS5 realmente melhore nos próximos meses, ainda assim, a declaração anterior de que a Sony não será capaz de atender à demanda no curto prazo mesmo aumentando sua capacidade de produção não é nada animadora para os fãs da plataforma.

Via: The Verge

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!