O primeiro carro elétrico da Subaru será um SUV construído em uma nova plataforma desenvolvida com a Toyota e receberá o nome de Solterra. A marca nipônica pretende começar a vender o modelo em meados de 2022, inicialmente no Japão, Canadá, Estados Unidos (EUA), China e na Europa.

O SUV do segmento C (médio) lembra muito o BZ4X, primeiro veículo da Toyota apresentado no Salão de Xangai deste ano. Os dois carros, inclusive, estão sendo desenvolvidos em conjunto como parte de uma parceria mais ampla entre as empresas japonesas – lembrando que a montadora de Akio Toyoda é controladora da Subaru, pois é a maior acionista da marca.

publicidade

E por que Solterra? O nome é a união das palavras Sol (em latim, português e espanhol) e Terra (também nos mesmos idiomas, além de italiano), e foi escolhido “para apreciar a mãe natureza e avançar ainda mais a forma de coexistência com ela”, de acordo com a marca.

Dois teasers do carro foram divulgados pela Subaru: um mostrando o carro completo, porém de forma desfocada, e outro mostrando a traseira do veículo, com destaque para o “EV” abaixo do nome do modelo. Mesmo não sendo muito, o público já pode ter uma ideia de como o Solterra parece com fotos vazadas do conceito pelo site Autocar (confira abaixo).

As prévias mostram claramente que o veículo é a “versão” do BZ4X da marca, visto que ambos se assemelham muito na aparência. Mais do que isso, a Subaru também decidiu utilizar e renomear a plataforma e-TNGA, na qual a Toyota irá construir uma gama inteira movida a bateria nos próximos anos. Em seus produtos, a tecnologia será chamada e-Subaru Global Platform.

Sendo assim, poderemos ver o Solterra utilizando baterias de íon-lítio, provavelmente com células fornecidas pela Panasonic, com capacidade entre 50 e 100 kWh que garantirão, de acordo com o projeto original da Toyota, autonomias entre 300 e 500 km, com possibilidade de atingir até 600 km nos modelos topo de gama. E claro, potências entre 110 e 200 cv ou 400 cv em veículos equipados com dois motores.

Conceito do Subaru Solterra. Imagem: Autocar/Reprodução
Conceito do Subaru Solterra. Imagem: Autocar/Reprodução

A plataforma foi projetada para ser altamente adaptável em veículos de diferentes comprimentos, podendo ser usada para layouts de tração dianteira, traseira e nas quatro rodas, graças à capacidade de encaixar motores em ambos os eixos. A e-TNGA também pode aceitar vários tamanhos de bateria e, conforme planos da Toyota, seis EVs estão sendo desenvolvidos com essa tecnologia.

Além do uso da plataforma compartilhada, a Subaru não divulgou mais detalhes técnicos do Solterra.

Conceito do Subaru Solterra. Imagem: Autocar/Reprodução
Conceito do Subaru Solterra. Imagem: Autocar/Reprodução

O primeiro EV da Subaru é um passo importante em seus planos de eletrificação. Recentemente, a marca lançou versões híbridas dos modelos Forester, Impreza e XC. O objetivo agora é que pelo menos 40% de suas vendas globais sejam elétricas ou híbridas até 2030.

Anteriormente, a Subaru havia planejado que seu primeiro carro elétrico fosse baseado em um modelo existente construído em sua própria tecnologia global, mas mudou o conceito devido à parceria com a Toyota.

Leia mais:

Fontes: Autocar e InsideEVs

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!