No começo de 2021, a plataforma de mensagens mais popular entre os usuários causou polêmica ao apresentar a sua nova mudança de política de privacidade. O WhatsApp chegou até a atrasar a atualização por conta da repercussão, porém, começa a valer a partir de amanhã (15).

Os usuários tiveram problemas com a ideia porque isso levará o WhatsApp a compartilhar dados com outros aplicativos do Facebook. A indignação e insatisfação fez com que algumas pessoas experimentassem uma nova alternativa para conversar por mensagens.

Segundo dados da empresa de análise SensorTower, os downloads do aplicativo Signal cresceram quase 1.200% durante o primeiro trimestre de 2021. O mesmo fenômeno aconteceu com os downloads do Telegram no mesmo período, o aplicativo registrou 161 milhões de instalações. 

Celular com logo do Telegram
Telegram Créditos: Shutterstock

Além desses dois aplicativos, outras plataformas ganharam preferência do público com protocolos experimentais, como o Element e Session. Porém, nada disso fez com que o WhatsApp parasse mesmo de crescer. Os dados do SensorTower indicam que as instalações do aplicativo caíram 43% no comparativo anual para o período de janeiro a abril, mas que ainda conseguiu superar todos os seus rivais com 172,3 milhões de downloads. 

publicidade

Na semana passada, o Facebook disse ao TechCrunch que a maioria dos usuários aceitou a nova política de privacidade e por isso o aplicativo continua a crescer.

Leia mais:

Fonte: The Next Web

Veja o que acontece caso você não aceite novas regras do WhatsApp

No próximo sábado acaba o prazo para os usuários do WhatsApp decidirem se aceitam ou não os novos e polêmicos termos de uso da plataforma.

A nova política de privacidade diz respeito ao compartilhamento de dados do mensageiro com o Facebook.

Mas a questão é: o que acontece se eu não aceitar os novos termos de uso do WhatsApp? Bom, primeiramente, a plataforma informou que nenhuma conta será removida.

Apesar de não ter a conta apagada, inicialmente, o usuário vai ter alguns recursos reduzidos, por exemplo, ele não vai mais poder acessar a lista de conversas e apenas vai poder responder mensagens ou atender chamadas após o recebimento notificações.

Para saber mais, acesse a reportagem no Olhar Digital.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!