De acordo com levantamento feito pelo Serasa Experian, sete em cada dez micro, pequenas ou médias empresas (73,4%) do país estão fazendo vendas online durante a pandemia da Covid-19. Ainda segundo a pesquisa, dentre os canais mais utilizados para a venda de produtos são as redes sociais, com o WhatsApp (72%) na liderança.

Além disso, pouco mais da metade (51%) dos entrevistados afirmou que as vendas online criaram oportunidades para atingir um público diferente, 44,8% disseram que migrar para o ambiente digital trouxe mais visibilidade para a empresa e 34,5% conseguiram atingir novas regiões.

WhatsApp lidera canais de venda online mais utilizado. Imagem: Shutterstock
WhatsApp lidera canais de venda online mais utilizado. Imagem: Shutterstock

Empréstimos e financiamentos também foram analisados pela pesquisa, constatando que 24,8% dos empreendedores têm buscado a opção para manter seus negócios. Lidera o ranking de setor que mais requisitou apoio a área do comércio (38,1%).

Para a pesquisa, realizada em fevereiro deste ano, a empresa ouviu um total de 508 empreendedores. Dentre eles, 83,1% pretendem manter a realização dos negócios pela internet, mesmo quando a pandemia acabar.

publicidade

Crescimento no consumo online

A pandemia do novo coronavírus completou um ano em março e, apesar dos impactos negativos, ela tem ajudado a potencializar setores do mercado que conseguiram se adaptar ao online.

Leia mais!

Outra pesquisa realizada pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic) aponta aumento no consumo da internet durante o período pandêmico, puxado principalmente pela adesão às ferramentas de compras online.

Comida foi o item mais adquirido, segundo a análise, com 44% de brasileiros que passaram a pedir delivery em 2020, contra 15% em 2018.

Fonte: Agência Brasil

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!