Há pouco tempo, El Salvador se tornou a primeira nação soberana do mundo a oferecer moeda com curso legal para o Bitcoin. O presidente do país, Nayib Bukele, quer ir além e montou um plano para realizar seus sonhos de criptografia: mineração de criptomoedas movida a vulcão.

Isso significa uma reviravolta significante para o país que optou em investir na moeda digital que é muito volátil. Através, de um anúncio no Twitter , Bukele contou que instruiu o presidente da empresa estatal de eletricidade geotérmica LaGeoSV a começar a traçar planos para as instalações de mineração de bitcoin que utilizam a energia geotérmica.

publicidade

Ele argumentou que é uma alternativa mais ecológica, já que usa uma “energia muito barata, 100% limpa, 100% renovável e sem emissões de nossos vulcões”.

“Nossos engenheiros acabam de me informar que cavaram um novo poço, que fornecerá aproximadamente 95 MW de energia geotérmica 100% limpa e com emissão zero de nossos vulcões”, disse o presidente em um acompanhamento.

O tuíte possui um vídeo de um jato de alta velocidade de puro vapor de água saindo de uma enorme abertura: “Começando a projetar um centro de mineração #Bitcoin completo em torno dele.”

Em uma maioria 62 dos 84 membros do congresso de El Salvador, foi aprovado a nova lei Bitcoin, sendo assim, tornou a moeda com curso legal um símbolo no país. Ademais, também está se firmando uma parceria com a plataforma de carteira digital chamada Strike, com o objetivo de construir a infraestrutura financeira necessária.

A novidade é acontece quando o valor do Bitcoin está em uma tendência de queda, com valores em média de US$ 31.000 no mês passado, que é quase metade de todas as vezes em que atingiu a alta no início deste ano. Tanto que a notícia deixa os investidores animados, com valores se recuperando para cerca de US $ 37.000.

Leia também!

Fonte: Futurism

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!