Um sistema de propulsão alimentado por célula de combustível de hidrogênio começou a ser testado pelo grupo BMW. Os veículos usados nos testes estão próximos ao estágio final de desenvolvimento, sendo unidades em pré-produção.

Os protótipos BMW i Hydrogen NEXT não têm qualquer emissão de CO2. Para avaliar o veículo, a montadora observa condições cotidianas das ruas e estradas europeias, para simular possibilidades que os motorista pode enfrentar ao usar um dos produtos finais da marca.

publicidade

Leia mais:

Com os veículos também serão examinados o comportamento na vida real dos chassis de cada modelo, sistemas de tecnologia e eletrônica embarcada. Essas condições reais são observadas nos carros quando equipados com a nova propulsão.

Totalmente elétrico, o BMW i Hydrogen NEXT usa o hidrogênio como combustível primário. Ele é convertido em energia elétrica dentro de uma célula de combustível. A tecnologia usada tem potencial de longo prazo para complementar os motores de combustão interna, sistemas híbridos plug-in e veículos elétricos a bateria.

BMW i Hydrogen NEXT
A BMW testa o veículo alimentado por célula de combustível de hidrogênio. Imagem: BMW/Divulgação

O grupo BMW acredita que o veículo pode se tornar uma alternativa atraente aos veículos elétricos a bateria, principalmente para os motoristas que não têm acesso à infraestrutura de carregamento. Será também uma opção para aqueles que frequentemente dirigem longas distâncias.

O tanque do veículo pode ser abastecido em um tempo de três a quatro minutos, com centenas de quilômetros de autonomia em diversas condições climáticas, promete a montada bávara. Frank Weber, membro da diretoria da BMW AG afirma que a tecnologia é uma opção atraente para trens de força sustentáveis, principalmente em carros maiores.

“É por isso que o teste de estrada de veículos em estágio final, próximos de serem produzidos, com um trem de acionamento de célula de combustível de hidrogênio, é um marco importante em nossos esforços de pesquisa e desenvolvimento”, completou o executivo.

Do escapamento dos modelos o que sai é vapor d’água. A BMW planeja oferecer o carro ao público no final de 2022.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!