A Pfizer decidiu interromper a distribuição mundial de seu remédio para parar de fumar, chamado Chantix, depois encontrar níveis elevados de nitrosaminas nas pílulas, que é um provável carcinógeno. A farmacêutica tomou a atitude por excesso de cautela, enquanto aguarda mais testes.

A Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos, assim como outras autoridades regulatórias, pediram às empresas farmacêuticas que avaliassem seus produtos para nitrosaminas depois que um chamado N-Nitrosodimetilamina (NDMA) foi encontrado três anos atrás em comprimidos para pressão arterial.

Então, as nitrosaminas foram encontradas no remédio para azia Zantac e em sua forma genérica, ranitidina, que foram retirados do mercado. Além disso, o site de notícias de saúde Stat relatou anteriormente que a Pfizer interrompeu a distribuição de Chantix.

Os benefícios do Chantix, conhecido mais como vareniclina, “superam os riscos potenciais muito baixos, se houver, representados pela exposição à nitrosamina da vareniclina em cima de outras fontes comuns ao longo da vida”, contou Eamonn Nolan, porta-voz da Pfizer, através de um e-mail.

publicidade

Ademais, as nitrosaminas podem ser encontradas na água e na carne grelhada. Os níveis das drogas não devem exceder um risco teórico de excesso de câncer de 1 em 100.000.

No ano passado, as vendas de Chantix foram de US$ 919 milhões e US$ 1,1 bilhão em 2019. Uma das principais patentes da Pfizer sobre o Chantix expirou em novembro, embora “a competição dos genéricos pelo Chantix ainda não tenha começado, pode começar a qualquer momento”, disse a Pfizer em seu relatório relatório em maio.

Até agora, a Pfizer não disse quais nitrosaminas encontrou no Chantix nem como os carcinógenos entraram nas pílulas. Outras nitrosaminas encontradas em drogas incluem NMBA e NDEA. Inclusive, o Zantac e seus genéricos foram retirados do mercado porque os medicamentos tinham o potencial de formar NDMA com o tempo e em altas temperaturas.

NDMA foi encontrado nas pílulas de pressão arterial depois que um solvente usado no processo de fabricação do medicamento criou uma reação colateral que formou o carcinógeno.

Leia mais:

Fonte: Bloomberg

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!