Nem só de motor a combustão que se faz um muscle car. Pelo menos é o que promete a Dodge, que anunciou seu primeiro elétrico da categoria para breve. Os detalhes do modelo ainda não foram revelados, apenas o ano de lançamento: 2024.

Companhia anunciou o modelo como o primeiro muscle car totalmente elétrico. Crédito: Dodge/Divulgação

Leia mais:

publicidade

Uma grande incógnita é quanto à potência do veículo. A InsideEVs estima expressivos 1.000 cavalos e aponta que o Dodge deve rivalizar com o Tesla Model S Plaid, alardeado como o carro mais rápido do mundo. Outra informação trazida pela InsideEVs é que o novo modelo terá tração nas quatro rodas.

Da mesma forma que não foram revelados os aspectos técnicos, o visual também foi mantido quase que inteiramente em segredo. Quase porque as imagens de um vídeo promocional revelam um pouco – mas pouco mesmo -, do design do carro.

O veículo elétrico vai manter os contornos quadradões do icônico Dodge Charge 69. Outro elemento revelado no modelo conceitual é a presença uma longa e estilosa faixa iluminada na lateral, provavelmente de LED.

Um futuro (mais) elétrico

Imagem conceitual do Dodge elétrico exibe carro na penumbra revelando faixa luminosa na lateral do veículo.
Ao que as imagens conceituais revelam, visual deve ser inspirado no clássico Charger 69. Crédito: Dodge/Divulgação

Vale destacar que o anúncio do modelo elétrico não significa que, ao menos por ora, a Dodge vá deixar de lado os motores a combustão. Ao The Driver, o CEO da Dodge, Tim Kuniskis, afirmou que a companhia não irá abandonar os motores tradicionais, disse também questão “atingindo os limites do que a combustão interna pode oferecer”.

“Se a tecnologia permite oferecer uma vantagem aos nossos consumidores, temos um compromisso como a inovação”, reforçou Kuniskis. O CEO também acrescentou que a eletrificação é um passo natural para os muscle cars. Será o fim da era dos roncos dos motores a combustão?

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!