O Rio de Janeiro já registrou 83 casos da variante Delta da Covid-19. Até a semana passada, eram 72 casos confirmados, sendo 23 na capital. A linhagem agora é a segunda mais dominante no estado.

“Das amostras sequenciadas, até o momento, foram registrados 83 casos da variante Delta, sendo 81 em 12 municípios do Rio de Janeiro e dois de pessoas que tiveram exames coletados no estado, mas ainda sem confirmação do município de residência. As secretarias municipais já foram notificadas para fazer a investigação epidemiológica, com apoio da SES”, disse a Secretaria Estadual de Saúde (SES) ao O Globo.

publicidade

Variante Delta no Rio de Janeiro

A variante Delta está preocupando as autoridades sanitárias porque é considerada muito mais transmissível que as anteriores. Tanto que o percentual de pessoas vacinadas com a segunda dose da vacina ainda é baixo no Brasil, sendo pouco superior a 15%. 

Nos países onde a variante Delta já chegou, como Estados Unidos e Inglaterra, ela se tornou predominante, fazendo disparar o número de novos casos.

A nova versão da doença foi identificada pela primeira vez na Índia em outubro de 2020 e percorreu rapidamente pelo país. Posteriormente, a Delta foi identificada no Reino Unido, levando um número crescente de infecções e mortes. A OMS chamou essa versão do vírus de “a mais rápida e adequada”. Isso porque a Delta é 75% mais contagiosa do que a cepa original de SARS-CoV-2. Além disso, está se espalhando 50% mais rapidamente do que outras variantes, como a Alpha, que surgiu pela primeira vez no Reino Unido. Pelo menos duas mortes pela cepa já foram registradas em solo nacional e já há transmissão comunitária da variante Delta no Rio de Janeiro.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!