O WeChat, aplicativo chinês, suspendeu temporariamente o registro de novos usuários na China, isso porque passa por uma atualização técnica “para se alinhar com as leis e regulamentos relevantes”, de acordo com a plataforma de mensagens dominante no país.

“No momento, estamos atualizando nossa tecnologia de segurança para nos alinhar com todas as leis e regulamentações relevantes”, explicou a empresa em um comunicado para a Reuters.

publicidade

Além disso, o WeChat explicou que “durante este tempo, o registro de novas contas pessoais e oficiais do Weixin foi temporariamente suspenso. Os serviços de registro serão restaurados após a atualização ser concluída, o que é esperado no início de agosto.”

Vale lembrar que Weixin é o nome chinês para WeChat. As ações da empresa despencaram 9% em Hong Kong nesta terça-feira (27), afetadas por repressões regulatórias chinesas em setores de alto crescimento, incluindo plataformas online e aulas particulares.

Segundo o consultor de tecnologia baseado em Pequim Zhou Zhanggui, “a suspensão de novos registros de usuários no WeChat não tem impacto substancial no Tencent no curto prazo”. Ademais, Keso Hong, um analista independente da indústria, acrescentou que a queda no preço das ações da Tencent (responsável pelo app) foi desencadeada por mudanças no ambiente regulatório geral.

Fonte: UOL

Leia mais:

WeChat remove contas LGBT de universidades da China

aplicativo chinês WeChat está excluindo contas LGBT comandadas por estudantes de universidades da China. Segundo a plataforma, esses perfis violaram regras de uso do serviço.

De acordo com a Reuters, o conteúdo dessas páginas foi totalmente removido e o acesso bloqueado. As remoções ocorreram na última terça (6). Os alunos estão com medo de uma onda de repressão contra o movimento LGBT no país e que o WeChat seja apenas o começo.

Para saber mais, acesse a reportagem no Olhar Digital.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!