O Lattes, do CNPq, segue fora do ar pelo quinto dia consecutivo e em um novo pronunciamento nesta quarta-feira (28), o governo diz que já identificou o problema e que não haverá perda de dados da plataforma. No entanto, não foi dado um prazo para o restabelecimento do serviço.

“Não houve prejuízo de nenhum dado. Todos os dados, no lattes, por exemplo, que reúne informações de cientistas e pesquisadores, estão preservados. Tem backup”, explicou o ministro da ciência e tecnologia, Marcos Pontes.

publicidade

Dados do CNPq

O ministro disse ainda que “houve um problema em um dos componentes de um dos computadores do CNPq” e que nesse momento os dados estão inacessíveis. “É como furar um pneu, não dá para prever, simplesmente acontece. Não há sistema infalível. Pessoal vai morrer por causa disso? Não”, completou.

Na última terça-feira (27), o CNPq informou que “todos os prazos de ações relacionadas ao fomento do CNPq, incluindo a Prestação de Contas, estão suspensos e, de ofício, serão prorrogados”.

O currículo Lattes armazena informações sobre pesquisadores de todo o Brasil e é a principal ferramenta de consulta de projetos e históricos no meio acadêmico. O órgão é ligado ao Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e a plataforma fora do ar compromete o trabalho de pesquisadores e cientistas que dependem dela para realizarem seus trabalhados. O CNPq também é responsável pelas bolsas de pesquisa e os dados seguem indisponíveis.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!