A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deu sinal verde a realização de pesquisas clínicas para avaliar a eficácia de um medicamento para o tratamento de pneumonia associada à Covid-19, o leronlimabe. Sendo assim, o estudo será conduzido pelo Hospital Albert Einstein.

O procedimento aprovado será da chamada Fase 3, voltada para avaliar a eficácia e segurança de pacientes com pneumonia, mas que não estão com suporte de ventilação mecânica ou que foram intubados. Os testes usarão o método chamado “duplo-cego” controlado com placebo, em que uma parte dos voluntários receberá o medicamento e a outra, não, para comparar os resultados de cada um dos grupos.

publicidade

Ademais, o leronlimabe atua como inibidor, bloqueando a infecção das células. Segundo a Anvisa, caso tenha sua eficácia comprovada, o medicamento pode ajudar pessoas com quadros moderados de pneumonia causados pela Covid-19.

O desenvolvimento do medicamento e o teste são de responsabilidade da empresa estadunidense CytoDyn. No Brasil, a empresa é representada pela Biomm.

Leia também!

Fonte: Agência Brasil

Covid-19: média móvel de mortes fica abaixo de mil pelo terceiro dia

De acordo com dados da Monitoria Covid-19, que é mantido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o Brasil registrou na segunda-feira (2) o terceiro dia seguido com a média móvel de mortes abaixo de mil.

O país registrou durante seis meses consecutivos mais de mil mortes diárias em decorrência da Covid-19. De janeiro de 2021 até o final de julho, o Brasil viveu o período mais letal da pandemia, com picos de média móvel ultrapassando 3 mil óbitos.

Para saber mais, acesse a reportagem completa no Olhar Digital.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!