A Laboratória, empresa de gestão educacional, abriu vagas para a 7° edição do seu programa de formação em programação front-end exclusivo para mulheres. O curso, que será em formato bootcamp – treinamento intensivo com seis meses de duração –, tem cerca de 750 empresas como apoiadores e participante do banco de talentos da plataforma, entre elas estão os gigantes Facebook e Google.

O programa também facilita a compra do curso para mulheres que possuam dificuldades financeiras, possibilitado o pagamento parcial da formação somente quando estiverem devidamente empregadas.

publicidade

As inscrições começaram em julho e vão até outubro deste ano, podendo serem feitas por aqui.

Para se inscrever não é necessário experiência prévia em tecnologia, no entanto, é preciso se encaixar nos seguintes termos:

  • Ser mulher;
  • Ter disponibilidade para frequentar o curso 5x por semana;
  • Ser maior de 18 anos;
  • Viver em território nacional;
  • Ter ensino médio completo e;
  • Não estar cursando uma universidade durante o bootcamp.
Laboratória abre vagas para formação tech exclusivo para mulheres. Imagem: metamorworks/Shutterstock

A iniciativa da Laboratória já capacitou mais de 2 mil alunas da América Latina, em países como Chile, Colômbia e México.

As participantes tiveram um aumento de renda de cerca de 2,57 vezes quando comparado ao período anterior à formação no curso. No Brasil, mais de 90% delas conseguiram uma vaga na área de tecnologia após o programa, sendo que, antes do programa, 60% estavam desempregadas.

Leia mais!

O programa visa capacitar mulheres para área de tecnologia que, de acordo com dados do IBGE, são minoria dentro do setor, alcançando apenas 20% das vagas.

Para a companhia, o objetivo é “contribuir para uma economia digital diversa, inclusiva e competitiva, que abra oportunidades para que cada mulher desenvolva seu potencial e para que, dessa maneira, possamos transformar o futuro da América Latina.”

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!