Os pagamentos da 5ª parcela do auxílio emergencial devem começar a ser feitos pela Caixa Econômica Federal a partir do dia 20 de agosto, com o cronograma indo até 19 de novembro, com a sexta, sétima e oitava parcelas. As informações são do jornal O Globo.

Para quem recebe pelo Bolsa Família nada muda. As datas seguem as mesmas do programa, começando em 18 de agosto e indo até o dia 19 de outubro. Essas datas já são conhecidas de forma oficial.

publicidade

O auxílio emergencial foi criado em abril de 2020, no início da pandemia da Covid-19 no Brasil, e seu maior intuito era auxiliar famílias que tiveram a renda comprometida por conta das medidas necessárias para contenção da doença que impactaram a economia nacional

Auxílio emergencial varia de R$ 150 e R$ 375 

No ano passado, o auxílio foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família. Após o pagamento das cinco parcelas, o governo federal estendeu o pagamento do auxílio emergencial até dezembro, mas diminui o valor do benefício para R$ 300 e R$ 600.

Leia também!

Já neste ano, o governo federal diminuiu ainda mais o valor do benefício pago às famílias. Foram previstas quatro parcelas que variam entre R$ 150 e R$ 375. O maior valor é destinado à mães que sejam chefes de família.

Confira o calendário do Auxílio emergencial divulgado até agora:

Calendário do saque da quarta parcela do auxílio emergencial

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!