Gravado pelo celular, o filme de terror ‘AzulScuro’ será exibido nesta sexta-feira (20) no Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo, um dos maiores e mais tradicionais festivais dedicados ao formato no mundo. A produção, que foi premiada como a melhor curta-metragem nacional na categoria Júri Popular no Festival de Cinema Fantástico de Porto Alegre (Fantaspoa), terá sua exibição gratuita a partir das 19h no site Kinoforum, e ficará disponível por 24 horas.

‘AzulScuro’ é primeiro curta-metragem dos diretores Evandro Caixeta e João Gilberto Lara, de Belo Horizonte. O filme conta a história da morte de Alice dos Anjos (Lavínia Bocchino), encontrada sem vida em sua própria casa pela irmã Sofia (Larissa Bocchino). Um ano após a tragédia, outros jovens desapareceram e deixaram vestígios semelhantes aos encontrados na cena do crime de Alice, Sofia então passa a investigar os casos e se envolve em uma teia de mistérios e sinais diabólicos recebidos através do seu celular. Confira abaixo o trailer!

publicidade

O curta tem duração de 15 minutos e, de acordo com o diretor Caixeta, tem suas cenas captadas inteiramente pelo celular, pela própria protagonista.

“Muitas pessoas acreditam que escolhemos a filmagem pelo celular em virtude do isolamento social provocado pela pandemia. Porém, a produção foi idealizada ainda em 2019 e gravada no início de 2020, antes da crise sanitária. Nosso principal objetivo com esse novo formato era adentrarmos no universo da sétima arte explorando um mecanismo tão presente no nosso dia a dia, capaz de nos conectar com todo o mundo e, ao mesmo tempo, buscar uma linha mais autoral, criativa”, contou, acrescentando que o trabalho foi feito com 100% de recursos da Qu4rto Studio, produtora audiovisual criada por ele e pelo colega João Gilberto há 10 anos.

Diretores João Gilberto Lara e Evandro Caixeta. Imagem: crédito Fernanda Bombonato/Divulgação

“Não fazia parte dos nossos planos lançar AzulScuro no circuito de festivais, porém, ao conclui-lo, entendemos que a melhor maneira de o divulgar seria apostar nesses eventos por nichos voltados para o gênero fantástico”, completou.

 Recentemente, o filme também esteve no 25º Fantasia International Film Festival, realizado em Montreal, no Canadá, sendo o único representante de Minas Gerais. O evento é o mais representativo do cinema fantástico da América do Norte e o segundo maior do mundo.

Leia mais!

Para quem não conseguir conferir a produção hoje, na quinta-feira (26), o curta entra novamente em cartaz e permanecerá disponível até o fim da exposição, no domingo (29).

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!