A Adobe anunciou a aquisição da Frame.io por US$ 1,2 bilhões – cerca de R$ 6,5 bilhões. A compra é bastante estratégica para a Adobe, visto que a plataforma colaborativa de vídeo da Frame.io já é bastante utilizada no mundo do audiovisual e, em especial, por usuários de softwares de edição da própria Adobe.

A Frame.io jé possui integração com o Premiere Pro, além de programas do ramo de edição de concorrentes, como Final Cut Pro, da Apple; e o Media Composer, da Avid.

publicidade

A plataforma da Frame.io é baseada em nuvem e funciona mais ou menos como os softwares de produtividade do Google. Dessa forma, editores de vídeos, revisores e demais envolvidos em uma produção audiovisual podem trabalhar em conjunto, de forma colaborativa, em um determinado projeto.

Fachada de um prédio da Adobe
Adobe compra fabricante de software Frame.io por US$ 1,2 bi. Imagem: JHVEPhoto/Shutterstock

A Frame.io viu o uso do seu software catapultar no mercado com a ascensão de criadores de conteúdo em vídeo.

“Os artistas blockbuster mal conseguem acompanhar a necessidade insaciável de streaming de conteúdo; enquanto isso, novas empresas e contadores de histórias estão aproveitando o vídeo como o método onipresente para inspirar o público e compartilhar informações”, afirmou Emery Wells, cofundador e atual CEO da Frame.io, em nota.

Para ele, este é o “um momento incrível para ser um profissional de vídeo” e a união com a Adobe irá impulsionar esse mercado, acredita.

Por ora, a Adobe anunciou que a Frame.io continuará operando de maneira independente, mas Wells passará a se reportar diretamente ao escritório de produtos da Adobe, comandado por Scott Belsky.

Segundo o CEO do software colaborativo, a união com a Adobe trará ainda mais recursos e integrações com programas de edição de vídeo, mas isso não significa que a plataforma deixará de utilizar e abrigar aplicativos editores terceiros.

Até o momento, a Adobe não informou sobre nenhuma mudança nos planos de assinatura da Frame.io, mas acredita-se que o software deva passar a fazer parte do pacote Creative Cloud da empresa, que já engloba outros serviços da companhia, como os conhecidos Photoshop, After Effects, Illustrator, entre outros.

Leia também!

“Com esta aquisição, estamos dando as boas-vindas a uma incrível equipe orientada ao cliente e adicionando recursos de fluxo de trabalho nativos da nuvem da Frame.io, a fim de tornar o processo criativo mais colaborativo, produtivo e eficiente e liberar ainda mais a criatividade a todos”, disse Scott Belsky.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!