Parece que finalmente chegou ao fim a saga do dinheiro roubado da Poly Network em criptomoedas, que noticiamos no começo deste mês. O cibercriminoso, que devolveu o montante a “conta-gotas”, acabou sendo recompensado em US$500 mil após a devolução total do dinheiro.

Hacker que diz ter roubado “só por diversão” devolveu todo o dinheiro e recebeu boas recompensas por isso. Imagem: Who is Danny – Shutterstock

Nesta segunda-feira (23), o hacker, conhecido como Mr. White Hat, deu à Poly Network acesso à última fatia do bolo de ativos digitais desviados para sua carteira: cerca de US$141 milhões do total estimado em US$600 milhões.

publicidade

Leia mais:

Ladrão de criptomoedas recebe proposta de emprego na empresa vítima do roubo

No entanto, o que mais impressiona, além da recompensa em dinheiro, é o convite feito pela Poly ao ladrão: segundo o site Bleeping Computer, a plataforma chamou Mr. White Hat para se tornar seu conselheiro-chefe de segurança. A empresa também declarou que não tem qualquer intenção de responsabilizar legalmente o hacker.

Ninguém sabe a resposta do criminoso em relação à oferta de emprego. E também não houve manifestação alguma por parte dele sobre a recompensa pelo crime.

A partir de 14 de agosto, a Poly Network começou a documentar o progresso feito desde o ataque em uma série de atualizações na plataforma de publicação Medium. Nesta segunda-feira (23), a empresa anunciou que iniciou todo o processo de restauração de ativos.

Em cerca de duas semanas, a Poly Network não apenas deixou de perder mais de meio bilhão de dólares, como também ganhou notoriedade mundial ao ter sido vítima do maior roubo de criptomoedas da história, de longe, e também por conseguir recuperar todos os ativos.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!