A vacina da Janssen é a única em aplicação atual no mundo que possui ciclo de apenas uma única dose, sem a necessidade de um reforço. No entanto, uma pesquisa preliminar revelada nesta quarta-feira (25) aponta que uma dose extra do imunizante pode aumentar os anticorpos contra a Covid-19 em até nove vezes.

De acordo com os testes feitos pela própria farmacêutica, pessoas que tomaram a dose reforço da Janssen, entre seis e oito meses após a dose inicial desenvolveram mais anticorpos do que pessoas que haviam recebido a vacina até 28 dias antes. Aproximadamente 2 mil pessoas estiveram no estudo, que ainda segue em andamento.

publicidade

“Estabelecemos que uma única injeção de nossa vacina Covid-19 gera respostas imunes fortes e robustas que são duráveis ​​e persistentes por oito meses. Com esses novos dados, também vemos que uma dose de reforço da vacina Covid-19 da Johnson & Johnson aumenta ainda mais as respostas de anticorpos entre os participantes do estudo que já haviam recebido nossa vacina”, disse disse Mathai Mammen, chefe de pesquisa global da Johnson & Johnson.

Dose de reforço da Janssen

Segundo a farmacêutica, foram registrados aumentos significativos nas respostas de anticorpos de ligação observados em participantes com idades entre 18 e 55 anos e naqueles com 65 anos ou mais que receberam uma dose de reforço mais baixa.

Leia mais:

Doses de reforço das vacinas atuais já estão sendo discutidas em diversos países e a Janssen pode entrar nessa lista. A prioridade, no momento, são idosos e pessoas com o sistema imunológico mais fraco. No Brasil, o Ministério da Saúde já disse que pretende aplicar a dose extra após toda a população ter sido vacinada.

A empresa ainda disse que discute com a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA, o Centro dos EUA para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) o uso de uma dose extra da vacina.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!