A Mercedes-Benz anunciou nesta quinta-feira (26) o lançamento de seu primeiro chassi de ônibus elétrico no Brasil, o eO500U. Desenvolvido no país, o chassi está previsto para chegar ao mercado nacional no ano que vem.

A Mercedes-Benz afirma ter investido cerca de R$ 100 milhões no projeto do eO500u no Brasil — valor incluso no atual ciclo de investimentos da Daimler no país que totaliza R$ 2,4 bilhões. Baseado na série linha O500, construída por aqui desde 2011, o modelo elétrico é um padron de tração 4×2, com piso baixo e capacidade para receber carroçarias de até 13,2 metros de comprimento — o que lhe permite transportar até 83 passageiros.

publicidade

“Nossa decisão estratégica de apresentar uma solução em eletromobilidade primeiramente em ônibus, mais especificamente no segmento urbano, foi pensando no coletivo e no cenário das cidades”, explica Karl Deppen, presidente da Mercedes-Benz no Brasil e CEO da América Latina. “Esses lugares estão sendo preparados para receberem novas tecnologias para a mobilidade, levando em consideração a eficiência, o desenvolvimento econômico e a sustentabilidade ambiental.”

Chassi eO500U, da Mercedes-Benz
Modelo elétrico da Mercedes terá capacidade para receber carroçarias de até 13,2 metros de comprimento (Mercedes-Benz/Divulgação)

Autonomia de até 300 km e 3 horas de duração para recarga completa

De acordo com a Mercedes, o eO500U possui terá maior autonomia entre ônibus elétricos do Brasil — 250 km —, com quatro pacotes de bateria. Há, porém, uma alternativa para seis pacotes de bateria que permite ao veículo que consiga rodar 300 km em uma recarga. O sistema de alimentação é do tipo plug-in e leva três horas de duração para uma recarga completa.

Engenheiros trabalham no motor elétrico do eO500U
Engenheiros trabalham no motor elétrico do eO500U (Mercedes/Divulgação)

O eo500U também vem com motor elétrico integrado ao eixo traseiro, freio eletrônico EBS e sistema de regeneração de energia. De acordo com a marca, o painel de instrumentos é completamente novo e traz informações sobre o motor elétrico, a condição das baterias e o status dos demais sistemas eletrônicos. A Mercedes não divulgou detalhes sobre o trem de força.

“Esse é um grande marco histórico no desenvolvimento de chassis de ônibus que mostra a expertise da nossa equipe de engenharia e desenvolvimento”, disse Walter Barbosa, diretor de vendas e marketing ônibus da Mercedes-Benz no Brasil.

Visão frontal do eO500U, novo chassi de ônibus elétrico da Mercedes
Seção dianteira do eO500U: ônibus pode chegar a autonomia de até 300 km (Mercedes/Divulgação)

A Mercedes também lançará uma consultoria para empresas de ônibus e gestores do transporte público. A ideia é que se esclareça detalhes sobre o funcionamento do veículo e como ele pode se integrar às frotas existentes, além de suas necessidades operacionais.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!