Um caminhão elétrico entrou para a lista do Guiness ao bater o recorde mundial de distância percorrida em Hanôver, na Alemanha, ao percorrer 1.099 km com uma única carga. O veículo, um Logistics 18E, da Futuricum, rodou 293 voltas no Contidromo, uma pista oval de testes da fabricante de pneus Continental com 2,8 km de percurso, por 23 horas ininterruptas.

O automóvel foi testado sem carregamentos na carroceria, e já operava comercialmente em usos cotidianos nos últimos seis meses. Fruto de uma parceria entre a Designwerk (subdivisão da Futuricom) com a fabricante de pneus e a empresa de postais DPD Switzerland, o Logistics 18E é um Volvo FH modificado, com quatro motores elétricos de torque linear, totalizando 680 cv de potência.

publicidade
caminhão elétrico rodando em trecho reto da estrada
Veículo fez quase 300 voltas com única carga. (Imagem: Reprodução/Futuricum via AutoEvolution)

As quase trezentas voltas foram percorridas numa velocidade média de 50 km/h. Embora o sucesso se dê em parte pelas condições ideais de navegação do Contidromo, o caminhão elétrico de 19 toneladas também bateu recorde de distância por conta do consumo de combustível. Sua operação média é de 58 kWh por cada 100 km rodados.

Carga promete atender rodagem diária

Mesmo que o recorde de distância do caminhão elétrico tenha ocorrido em condições ideais, a Futuricum alega que a velocidade de 50 km/h não foi mera questão de aproveitamento. Na verdade, esta média corresponde ao “valor cotidianamente utilizado” pelo automóvel em operações comerciais.

pista curva em meio a gramado com caminhão na parte inferior da estrada
Teste não apresentava carros nem obstáculos, mas montadora utilizou velocidade média registrada comercialmente. (Imagem: Reprodução/Futuricum via AutoEvolution)

Mark Frank, o diretor de estratégia e inovação da DPD Switzerland, está satisfeito com os resultados. “O e-truck consegue dominar a média dos 300 quilômetros diários sem problemas. Estamos orgulhos que finalmente conseguimos documentar oficialmente nosso nível de desempenho”.

Via AutoEvolution

Imagem: Reprodução/Futuricum via AutoEvolution

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!