A BlackRocks Startups (BRS) firmou uma parceria com a ABStartups para criar o ‘Mapa das Startups Negras do Brasil‘. A iniciativa lançou o site www.blackrocks.com.br/estudo/ e visa conhecer a fundo os negócios da área de tecnologia liderados por negros no país.

Os interessados devem acessar o endereço acima até o dia 19 de setembro e preencher o formulário para participar. O estudo promete ajudar a fomentar um ecossistema de startups mais robusto além de trazer informações relevantes sobre cada empresa participante.

publicidade

Maitê Lourenço, CEO da BRS, indica que depois de quase dez anos que o setor de startups existe no Brasil, não há dados suficientes sobre a maioria das empresas: “Deixa-se de ter ações efetivas por não termos informações suficientes sobre segmento, regiões, maturidade dos negócios e etc. Este mapeamento é inédito e queremos trazer mais uma vez a discussão sobre o potencial da população negra”.

BlackRocks Startups e ABStartups firmam parceria para criar Mapa das Startups
Iniciativa é inédita no Brasil e promete trazer informações relevantes sobre cada empresa participante. Imagem: fizkes/Shutterstock

Considerado o primeiro mapa de startups lideradas por pessoas negras no país, o projeto ainda terá como benefício principal aumentar a visibilidade dessas startups, o que pode atrair novos investimentos e parceiros, já que o estudo também servirá como base de pesquisa para especialistas de diversos setores.

Outra meta importante é: contribuir na criação de políticas públicas que fortaleçam esses empreendedores quando o assunto é a equidade racial no segmento de startups.

Via: Abc da comunicação

Leia mais:

Google investe em startups brasileiras com fundadores ou líderes negros

O Google for Startups Brasil, um projeto de empreendedorismo focado em empresas de pequeno porte, também anunciou nesta quarta-feira (9) um novo investimento que vai contemplar uma lista de doze startups tupiniquins com líderes ou fundadores negros.

Segundo o Google, sete dessas empresas têm mulheres ocupando cargos de liderança.

Em nota, André Barrence, o diretor do Google for Startups na América Latina diz que é um “orgulho inenarrável” que essa nova leva de investimentos conte com “tamanha representatividade feminina no afroempreendedorismo”, ajudando a reforçar o comprometimento do Google “com a diversidade e a igualdade”.

Créditos da imagem principal: StratfordProductions/Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!