Na última sexta-feira (10), primeiro dia de negociação do fan token do Corinthians, o ativo digital revelado em junho deste ano ultrapassou a faixa dos R$ 17 milhões em vendas. Uma unidade do “$SCCP” (nome dado ao token do clube) era vendida inicialmente por R$ 10,50. Atualmente, estima-se que o ativo é cotado em cerca de R$ 16,50.

Segundo o Mercado Bitcoin (uma corretora brasileira que opera intermediando compras e vendas de criptomoedas), o fan token do Corinthians representou mais de 25% de todas as transações do dia na plataforma — que também negocia ativos do Barcelona, Juventus, PSG, Roma, Milan e Manchester City. As estimativas indicam que mais de 10 mil usuários investiram na novidade.

publicidade

Reinaldo Rabelo, CEO do Mercado Bitcoin, aponta que considerando o “nível de negociação”, o token do Corinthians ainda manterá “um volume expressivo” de vendas por muito tempo.

Fan token esgotado em 2 horas

Imagem de divulgação do $SCCP
Imagem de divulgação do $SCCP. Créditos: Corinthians/Divulgação

A plataforma “Socios.com” disponibilizou 850 mil unidades do $SCCP no mercado. Por lá, torcedores de mais de 150 países esgotaram o token em apenas duas horas, o que fez com que o ativo se tornasse o segundo mais bem-sucedido na história da Socios. Segundo Paco Roche, RP Manager da Socios, isso reforça o potencial global da marca Corinthians.

Leia mais:

Ao todo, as negociações geraram uma quantia de R$ 8,79 milhões. Apesar de não divulgar a sua porcentagem no acordo, o clube pode ter embolsado pelo menos 50% do montante.

Como de costume nessa categoria de ativo, quem possui o fan token, pode influenciar em algumas decisões do clube. Uma delas será escolher a próxima lenda a ser inscrita no Hall da Fama do Corinthians, os candidatos são: Ronaldo Fenômeno, Basílio e Gilmar dos Santos Neves.

Créditos da imagem principal: gran_Diego/Shutterstock

Via: Uol

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!