A Xiaomi anunciou nesta quarta-feira (15) o lançamento de dois novos smartphones topo de linha para a marca chinesa: os Xiaomi 11T e 11T Pro. Os aparelhos contam com tela de 6,67 polegadas exibindo conteúdo em até 120 Hz, mas o que chama atenção é o carregador de 120 watts HyperCharge incluso na caixa do Xiaomi 11T Pro, prometendo 100% da energia na bateria em apenas 17 minutos de tomada.

A empresa asiática dividiu seu lançamento em dois modelos diferentes por dentro, mas muito semelhantes por fora. Na carcaça, os dois 11T utilizam corpo em metal nas bordas, com vidro na parte traseira e proteção contra água e poeira, garantida pela certificação IP53. Eles não podem ser mergulhados em água, mas a Xiaomi diz que sobrevivem quando água chega em respingos – como na chuva, ou no chuveiro.

publicidade

Leia também

Xiaomi 11T Pro (Imagem: divulgação/Xiaomi)
Xiaomi 11T Pro (Imagem: divulgação/Xiaomi)

A tela é de 6,67 polegadas para os dois lados e ambos trabalham com display AMOLED de 120 Hz, mas o Xiaomi 11T Pro é o único da dupla com possibilidade de exibir conteúdo em Dolby Vision, ainda que no mesmo pico de brilho marcado em 1.000 nits. A resolução é Full HD+ e um furo faz o trabalho de colocar a câmera frontal apontada para fora, com capacidade de selfies em até 16 megapixels.

Na parte traseira estão três lentes, sendo a principal com 108 megapixels, a câmera secundária faz fotos de até 8 megapixels para imagens em ultrawide e a última é focada em macro, com 5 megapixels. Tanto o Xiaomi 11T como o 11T Pro filmam em 4K com 60 quadros por segundo, mas apenas o modelo com sufixo extra faz vídeos em 8K em 30 fps.

Xiaomi escolheu MediaTek e Qualcomm

Se por fora pouco muda entre o Xiaomi 11T e o 11T Pro, por dentro algumas alterações são importantes. A principal delas é o processador, com o primeiro modelo equipado com um Dimensity 1200 5G e o segundo com o Snapdragon 888. Ambos podem ser comprados com 128 GB ou 256 GB de memória, mas o Xiaomi 11T Pro pode ser configurado com até 12 GB de RAM, contra 8 GB para o 11T.

Enquanto os dois podem conversar livremente com redes 5G, apenas o Xiaomi 11T Pro pode utilizar as redes Wi-Fi 6. Este é o único da dupla que é compatível com o carregador de 120 watts, incluso na caixa. A Xiaomi promete que a bateria pode sair de 0% e ir até 100% de carga em 17 minutos, com 72% em 10 minutos. O outro celular utiliza 67 watts, capaz de preencher o tanque em 36 minutos – o que não é ruim, mas leva mais que o dobro do tempo para os mesmos 5.000 mAH.

Quando e quanto

O Xiaomi 11T e seu irmão mais potente, o Xiaomi 11T Pro, já estão disponíveis para venda no mercado europeu com os seguintes preços:

  • Xiaomi 11T Pro 128 GB + 8 GB RAM: 649 euros
  • Xiaomi 11T Pro 256 GB + 8 GB RAM: 699 euros
  • Xiaomi 11T Pro 256 GB + 12 GB RAM: 749 euros
  • Xiaomi 11T 128 GB: 499 euros
  • Xiaomi 11T 256 GB: 549 euros

Via: Xiaomi.

Ainda não existe previsão de lançamento destes novos celulares para o Brasil.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!