Infelizmente incêndios florestais estão se tornando cada vez mais comuns em várias partes do mundo, incluindo o Brasil. Além do fogo, a fumaça e a fuligem também são prejudiciais ao corpo humano e podem atrapalhar motoristas. Por conta disso, o Google Maps pretende adicionar um modo para avisar se há fogo próximo de uma rota.

De acordo com uma postagem no blog Google Earth & Earth Engine, o recurso deve começar a ser liberado para alguns usuários nas próximas semanas. Inicialmente, o modo vai funcionar apenas nos Estados Unidos e vai usar dados do National Interagency Fire Center para identificar os focos de incêndio.

publicidade

Monitor de fogo do Google Maps

Com isso, não apenas a localização do fogo deve ser exibida no Google Maps, mas também dados sobre recursos de emergência, telefones de autoridades e detalhes de evacuação vão ser mostrados. Essa é uma ampliação de uma função lançada ano passado que revelava a área aproximada de incêndios florestais nos EUA.

Imagem: Divulgação Google Maps

Além do monitor de fogo, outra novidade anunciada pelo Google Maps é um modo para identificar locais que sofrem mais com o aquecimento global. O serviço vai expandir o modo Tree Canopy Insights, que atualmente está presente em 15 cidades dos EUA, para mais de 100 cidades ao redor do mundo.

Leia também!

O modo utiliza imagens de satélite e inteligência artificial para identificar áreas que tendem a sofrer um aumento rápido de temperatura. “Esses locais, conhecidos como ilhas de calor, impactam desproporcionalmente as comunidades de baixa renda e contribuem para uma série de problemas de saúde pública – desde a má qualidade do ar até a desidratação”, explica o anúncio.

O monitor de incêndios deve chegar globalmente nas próximas semanas para o Google Maps. No entanto, os dados específicos de cada incêndio só devem ser exibidos para moradores dos EUA. Nos próximos meses a empresa promete expandir o projeto para outros países.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!