Se tem alguém com motivos para reclamar de mais uma segunda-feira, este é Mark Zuckerberg. O CEO do Facebook enfrentou um dia de cão neste 4 de outubro, com a queda dos serviços da empresa, que incluem a rede social fundada por ele e as que ele comprou: Instagram e WhatsApp. Além disso, ele ainda perdeu uma bolada.

Zuckerberg viu a confiança dos investidores de suas plataformas enfraquecer, não só pela queda dos serviços, mas também por uma grande pressão política. Assim, as ações do Facebook caíram 4,8%, tirando bilhões do CEO. A fortuna dele diminuiu US$ 5,9 bilhões, cerca de R$ 32 bilhões, na cotação desta segunda.

publicidade

Leia mais:

O dinheiro perdido significa que a riqueza do bilionário ficou agora totalizada em US$ 117 bilhões, ou R$ 638 bilhões. Agora, Mark Zuckerberg é a sexta pessoa mais rica do mundo, de acordo com a revista Forbes.

Outros membros de alto escalão da companhia foram igualmente afetados, em quantias diferentes. Sheryl Sandberg, chefe operacional do Facebook (COO), também viu sua fortuna ser reduzida. Agora, ela tem “apenas” US$ 1,9 bilhão, meros R$ 10,3 bilhões.

Além das riquezas pessoais, o erro provavelmente custou milhões de dólares em receita. No último trimestre, por exemplo, o Facebook e suas outras plataformas geraram cerca de US$ 330 milhões por dia em vendas.

Logo Instagram
O Instagram pertence ao Facebook e também foi afetado. Imagem: logo Shutterstock

Este não é o primeiro apagão do Facebook. Em 2019, a rede da empresa passou 14 horas desligada. Antes, em 2008, foi um dia inteiro, mas, naquela época, a dependência da comunicação pela rede social era bem menor. Além de afetar usuários, a interrupção desta segunda-feira prejudicou funcionários da companhia, que não conseguiram acessar e-mail, sistema interno de mensagens e até entrar na sede.

Outro problema que a companhia ainda vai encarar esta semana é a audiência de Frances Haugen, ex-gerente de produto, no Congresso norte-americano, nesta terça-feira (5). Ela vai testemunhar sobre a decisão de virar denunciante e vazar informações para o Wall Street Journal.

Via: Forbes

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!