O Python tem chamado a atenção dos profissionais de TI nos últimos anos. Tanto é que um índice que mede a frequência de pesquisas na internet (Tiobe), aponta a linguagem de programação como a terceira mais procurada na web.

Pensando nisso, preparamos um conteúdo que destaca os principais usos do Python além de alguns caminhos de carreira que quem programa nessa linguagem pode ingressar.

publicidade

O que é e para que serve o Python?

Gratuito e de código aberto, o Python foi lançado em 1991. Atualmente, possui um modelo de desenvolvimento comunitário, aberto e gerenciado pela organização sem fins lucrativos Python Software Foundation.

A linguagem, que pode ser utilizada para diversos fins, funciona emitindo comandos intuitivos, como, por exemplo, “print” para imprimir um texto na tela, “open” para abrir um arquivo, ou “find” para encontrar uma palavra.

Software development, source code, Python Language Programming code. Writing code. Editor Code. Credits: Paolo Omero/Shutterstock
O Python se tornou a segunda linguagem mais utilizada do mundo em 2019. Imagem: Paolo Omero/Shutterstock

Um dos usos do Python é automatizar tarefas, no entanto, a linguagem também permite coletar, organizar e salvar informações de páginas na internet; monitorar redes sociais; construir um site ou app; criar jogos; rodar algoritmos de machine learning; criar aplicações de inteligência artificial (IA), dentre outros.

Leia mais:

Empregos para quem estuda Python

O conhecimento em Python pode ser um diferencial, e há uma série de planos de carreira disponíveis no mercado.

Esteja você apenas começando ou precisando de uma mudança na carreira, listamos abaixo cinco exemplos de trabalhos que devem ser considerados.

Analista GIS

Suas funções principais incluem: analisar dados espaciais por meio de software de mapeamento e projetar mapas digitais com dados geográficos.

Onde entra o Python? Pois bem, os scripts em Python permitem que os analistas GIS otimizem, por exemplo, o gerenciamento de dados.

Desenvolvedor de software

A função de um desenvolvedor envolve identificar, projetar, instalar e testar um sistema de software. Pode variar desde a criação de programas até a produção de sistemas que podem ser vendidos no mercado.

O Python é uma linguagem comum que pode ser usada no processo de desenvolvimento, ou seja, o conhecimento da linguagem pode ser a chave para conseguir um emprego como desenvolvedor.

Engenheiro de Qualidade

Um engenheiro de QA é responsável pela criação de testes para identificar problemas em softwares. Eles identificam e analisam quaisquer bugs e erros encontrados durante a fase de teste e os documentam para revisão posterior.

Outras tarefas incluem: desenvolver e executar novos testes, relatar os resultados e colaborar com desenvolvedores de software para corrigir problemas.

Proficiência em Python também é importante para uma função que envolve controle de qualidade.

Desenvolvedor Full Stack

Os desenvolvedores Full Stack precisam ter algumas habilidades em nichos como: codificação, bancos de dados e design gráfico para fazer o seu trabalho.

Eles são uma espécie de “pau para toda obra”. A descrição do trabalho geralmente inclui o uso de uma variedade de tecnologias e linguagens para desenvolver aplicativos.

Engenheiro de Aprendizado de Máquina

Um engenheiro de aprendizado de máquina é a pessoa em TI que se concentra em pesquisar, construir e projetar sistemas de inteligência artificial ​​para automatização. Esses engenheiros projetam e criam algoritmos de IA capazes de aprender e fazer previsões.

No fim, essas são apenas alguns exemplos do que você pode fazer com conhecimento em Python. Existem várias outras opções por aí e novos aplicativos saindo do forno diariamente graças ao Phyton.

Créditos da imagem principal: Christina Morillo/Pexels

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!