O Banco Central (BC) aprovou na quinta-feira (14) uma resolução que exige de consórcios e instituições de pagamento, categoria que abrange fintechs (startups financeiras) e bancos digitais, instaurar políticas de relacionamento com clientes iguais às de bancos tradicionais.

A medida passa a valer a partir de 1° de novembro, assim todas as instituições financeiras reguladas pelo BC deverão oferecer canais de atendimento com o cliente, como centrais e ouvidorias.

publicidade

Em nota, o BC informou que a medida tem como objetivo aumentar a credibilidade do sistema financeiro e estar em conformidade com princípios éticos.

“A política de relacionamento deverá nortear a condução das atividades das instituições em conformidade com os princípios de ética, responsabilidade, transparência e diligência, propiciando a convergência de interesses e a consolidação de imagem institucional de credibilidade, segurança e competência”, disse o banco.

Imagem mostra logo do Banco Central do Brasil, o Bacen
BC exige que fintechs tenham canais de atendimento iguais às dos bancos tradicionais. Crédito: Jo Galvao/Shutterstock

Além disso, a regulamentação padroniza as normas de relacionamento entre instituições financeiras e usuários. “Busca-se com isso, aprimorar essa relação, alinhando os interesses das instituições aos de seus clientes”, acrescentou o texto.

Leia mais!

Avanços do Banco Central

O Banco Central vem realizando e autorizando uma série de medidas em prol da segurança e avanço do sistema financeiro brasileiro.

Um dos mais recentes é a implementação do Open Banking, sistema financeiro aberto que permite o compartilhamento de dados entre instituições.

Nesta linha, fazendo parte do mesmo projeto, também há a chegada do Open Insurance, Open Finance e até Open Investments, mas você sabe a diferença entre eles e está preparado para essa revolução do sistema financeiro?

Foi pensando nisso que o Olhar Digital preparou um tira-dúvidas explicando as diferenças entre os novos métodos, clique aqui e entenda tudo sobre a nova era dos dados digitais e sistema financeiro.

Crédito imagem principal: Monticello/iStock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!