Uma criatura rosada, gelatinosa e translúcida, bem parecida com uma água-viva, foi encontrada na praia de Urangan Beach, em Queensland, na Austrália. Não demorou muito para que imagens do misterioso bicho começassem a circular pelas redes sociais e as teorias foram variadas. Entre elas, a de que se tratava de um alienígena.

Um internauta que postou um registro do animal questionou se, por acaso, não seria um exemplar do temido peixe-pedra, espécie muito venenosa que pode matar uma pessoa adulta em apenas 1 hora.

publicidade

Outro palpiteiro sugeriu que a criatura bizarra, na verdade, nem seria uma criatura. O internauta sugeriu que poderia ser uma porção de âmbar cinza, valioso vômito de cachalotes usado pela indústria do perfume. “Se for âmbar cinza, vale muito dinheiro, vale a pena explorar”, escreveu o usuário no Facebook.

E houve, claro, os que garantiram que o bicho estranho só poderia ser um tipo de água-viva mesmo.

Criatura encontrada em praia na Austrália foi confundida com alienígena. Imagem: reprodução/Facebook

Mistério da criatura é revelado

Após muitas especulações, a resposta foi dada pela National Geographic, que colocou um ponto final nesse mistério de uma vez por todas. A criatura encontrada na Austrália seria uma lesma-do-mar. O nome “oficial” é nudibrânquio, pequeno animal marinho que pertence da família dos moluscos gastrópodes.

Além disso, o “monstro quase alienígena” nem é tão incomum assim. Ele vive no fundo dos oceanos e têm o corpo gelatinoso, e mais de 2 mil espécies já foram relatadas.

Leia também:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!