Um time de pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) criou uma nova tecnologia de teste para avaliar o diagnóstico de Covid-19 pela saliva através da luz. A formulação foi desenvolvida por um grupo do Laboratório de Bioanalítica e Eletroquímica da instituição.

Eles usaram uma técnica denominada chama de eletroquimioluminescência, que funciona como um sinal elétrico que é aplicado na saliva de um paciente. Sendo assim, caso haja o vírus na saliva da pessoa, esse sinal produz uma reação química e mostra o resultado na forma de aparição de luz vermelha, apontando o diagnóstico sobre a Covid-19. Mas, se o aparelho utilizado não ascender, o diagnóstico é negativo, ou seja, a pessoa não contraiu o vírus.

publicidade
Teste PCR contra Covid-19 sendo aplicado em indivíduo
Drazen Zigic/Shutterstock

Segundo os pesquisadores, é possível obter o resultado do diagnóstico em cerca de uma hora e possui precisão semelhante ao do teste laboratorial RT-PCR. O teste indica a presença ou não do vírus e também a carga viral. Além disso, outra vantagem apontada pelos autores é a análise de 20 amostras ao mesmo tempo.

O dispositivo utilizado para o teste pode ser conectado a um smartphone e pode funcionar sem a necessidade de um técnico especializado para comunicar o resultado do exame realizado.

Leia mais:

Fonte: Agência Brasil

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!