O PIX se tornou o método de pagamento mais querido entre os brasileiros, já ultrapassando os métodos mais antigos. De acordo com o Banco Central, mais de 40 milhões de pessoas já realizaram ao menos uma transferência bancária via PIX.

Porém, para realizar uma transferência pelo novo método de pagamento é necessário cadastrar uma chave na instituição bancária onde você possui conta. É possível escolher entre número de telefone, CPF, e-mail, ou chave aleatória.

publicidade
Ilustração de uma transferência no Pix
Vai trocar o número de celular? Veja o que fazer com a antiga chave Pix. Créditos: Shutterstock

O objetivo das chaves PIX é garantir a individualidade de cada pessoa, para que não ocorram erros nos momentos das transferências. Mas, e se você tiver cadastrado seu número de telefone como chave e precisar trocar de chip?

Se este for seu caso, fique tranquilo, resolver é bem mais simples do que parece. No entanto, se você não tomar as atitudes corretas, pode enfrentar alguns problemas, como não receber as transferências esperadas em sua conta bancária.

Isso porque, se a companhia de celular disponibilizar o número de telefone para outra pessoa, ela pode casdastrá-lo como chave PIX e passar a receber as transações que deveriam ser enviadas a você.

Leia também!

O que fazer?

O primeiro e talvez mais importante passo é avisar seus amigos e clientes sobre a troca de número, para que eles atualizem o contato e não façam transferências para o número de telefone antigo.

Em seguida, basta alterar a sua própria chave PIX no aplicativo do seu banco. Exclua o número de telefone antigo como chave e adicione o novo, ou então uma das outras opções disponíveis.

Créditos da imagem principal: Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!