A startup Pipefy, que oferece um software de gerenciamento de fluxo de trabalho que promete descomplicar processos como o “onboarding” de funcionários (integração de novos membros em uma empresa), divulgou nesta terça-feira que recebeu um aporte de US$ 75 milhões (cerca de R$ 420 milhões na cotação atual).

O investimento foi liderado pelo SoftBank, uma corporação multinacional japonesa de telecomunicações

publicidade

Sobre a Pipefy

A plataforma de gerenciamento de projetos foi criada em 2015 na cidade de Curitiba (PR), tendo sua sede estabelecida na cidade de San Francisco, Califórnia.

Segundo a empresa, o serviço já atende uma base de 4 mil clientes. Dentre eles está a gigante do varejo Magazine Luiza.

Apesar da startup já operar em centenas de países em setores como finanças, recursos humanos, atendimento ao cliente, compras e marketing, sua meta é aproveitar o reforço no caixa para acelerar ainda mais a expansão global.

Via: Uol

Leia mais:

Softbank investiu US$ 27 mi em startup do setor imobiliário

Fachada da empresa SoftBank
Imagem: Michael Vi/Shutterstock

O grupo asiático, responsável por investimentos em dezenas de startups, e a artista norte-americana Demi Lovato investiram US$ 27 milhões (cerca de R$ 150 milhões) em uma ‘proptech’ (nome dado às startups do mercado imobiliário que utilizam a tecnologia para oferecer serviços e produtos inovadores).

Quem recebeu o aporte milionário foi a empresa June Holmes. Seu plano também é utilizar a quantia para acelerar a expansão no mercado.

O aporte anunciado no fim de setembro foi parte de uma rodada de investimentos série B, que mira justamente a expansão de um negócio. Além dos Estados Unidos, a estratégia da startup é começar a operar em outros países até 2023.

Créditos da imagem principal: PopTika/Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!