Uma atualização na página da Starlink vem causando um erro problemático e jogando pedidos antigos de instalação da internet via satélite da SpaceX para o fim da fila, atrasando a expectativa de atendimento de alguns clientes em potencial para anos à frente.

O problema parece vir da mudança promovida pela empresa no site: no começo da semana, a SpaceX removeu todas as menções ao status de “beta” do serviço de internet, e clientes que estavam na lista de espera para serem atendidos pela plataforma receberam alertas para confirmarem seus endereços através de um mapa interativo. Ao fazerem ajustes que, em alguns casos, não passavam de alguns poucos metros, eles viam a expectativa de atendimento saltar de “fim de 2021” para “até 2023” e além em alguns casos.

publicidade

Leia também

Captura de imagem da página da Starlink, cuja atualização vem atrasando pedidos de clientes nos EUA
Site da Starlink – que já conta com versão em português – removeu menções à fase beta da plataforma de internet via satélite, mas atualização parece estar causando problemas para clientes nos EUA (Imagem: Starlink/Reprodução)

A informação vem originalmente do subfórum “r/Starlink” no Reddit. Lá, alguns usuários compartilharam suas experiências: “eu movi [o endereço] do fim da minha garagem para a porta da minha casa e olhei para o calendário, que mudou para ‘2022-2023’”, disse um usuário.

Outro comentou: “eu movi minha localização do meu celeiro para a minha casa – o que é literalmente uma distância de quatro metros – e agora eu fui jogado para o fim de 2022”.

Ao longo da conversa no Reddit, outros usuários apontaram que o problema não é exatamente novo, apenas se tornou mais proeminente agora porque o time da Starlink entrou em contato com usuários responsáveis pelos pedidos. “[As] pessoas aqui vem avisando os outros já faz [sic] um ano”, disse um membro do fórum online. “Se você já não tiver o serviço pronto e mudar sua posição no mapa, você será jogado direto para o fim da fila”.

A Starlink veio como uma boa resposta da SpaceX para oferecer internet de alta velocidade em áreas rurais ou isoladas, onde o sinal de fibra óptica ou outras formas de conexão tendem a ser mais fracos ou inexistentes.

Potenciais clientes afetados pelo problema entraram em contato com o suporte da SpaceX via e-mail, mas até agora não houve qualquer resposta na empresa, que também está em silêncio nas redes sociais. A empresa também não respondeu a pedidos de comentários feitos pela imprensa norte-americana.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!