A crise que afeta a produção de itens que precisam de componentes eletrônicos se agrava na Sony. A companhia reduziu ainda mais a fabricação dos consoles PlayStation 5 por causa da falta de chips. A escassez de componentes afeta desde eletrodomésticos, até automóveis, passando também justamente pelos consoles.

A empresa baixou a previsão de produção para o atual ano financeiro, de acordo com o site Bloomberg. Inicialmente, a Sony desejava fabricar 16 milhões de unidades de abril deste ano a março do ano que vem. Agora, a previsão é completar esses doze meses com 1 milhão de consoles a menos, com cerca de 15 milhões de PlayStation 5.

publicidade

Leia mais:

Publicamente, a Sony previu que venderia 14,8 milhões de unidades do dispositivo no ano financeiro. A redução no número não é tão grande. Mas já mostra a queda no suprimento, além da queda na meta da empresa para garantir um estoque de consoles para 2022.

Outro detalhe importante é a previsão da companhia para o ano fiscal que começa em abril de 2022. A Sony acreditava ser camapaz de vender 22,6 milhões de PlayStation 5 naquele período. Esse número muito provavelmente precisará ser revisado, já que os fornecedores veem dificuldades em cumprir a meta.

PlayStation 5 (PS5). Imagem: Girts Ragelis / Shutterstock.com
Vai continuar difícil encontrar e comprar o PlayStation 5 (PS5). Imagem: Girts Ragelis / Shutterstock.com

Além do fornecimento de componentes, a fabricante ainda encara problemas de logística. As remessas dos chips estão sofrendo atrasos e não chegam a tempo. Isso também é afetado pela diferença nos níveis de vacinação da Covid-19, complicando as operações nas bases de produção.

A Sony não é a única a enfrentar problemas para a produção de seus consoles. A Nintendo, no começo deste mês de novembro, cortou a previsão de venda do Switch em 1,5 milhão para o ano financeira, por causa também da escassez de componentes. A Valve também vai atrasar o Steam Deck em dois meses.

Via: The Verge

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!